[RESENHA]: Mentirosos - E. Lockhart


E nada nesse mundo podia me preparar para o final desse livro! 
Ainda estou em choque, sério. O livro é sensacional, muito bem escrito, o mistério te prende a cada página, os contos de fadas que ajudam a narrar a história deram um toque fantástico ao livro! E Que enredo!
Mentirosos com toda certeza entrou pra lista dos meus preferidos da vida toda! 
Quem puder, leia. Garanto que não vai se arrepender! 



Sobre o Livro


Título: Mentirosos
Autor(a): E. Lockhart
Editora: Seguinte
Ano de lançamento: 2014
Compre Aqui: Mentirosos - Saraiva


Sinopse: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão numa ilha particular. Cadence – neta primogênita e principal herdeira –, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Cadence admira Gat por suas convicções políticas e, conforme os anos passam, a amizade com aquele garoto intenso evolui para algo mais. 

Mas tudo desmorona durante o verão de seus quinze anos, quando Cadence sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido... até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.






Perturbador, emocionante e completamente surpreendente, Mentirosos é, sem dúvida, um dos melhores livros que li esse ano. Indo além do drama e do romance, a autora cria uma intrincada história sobre amizade, traumas, problemas familiares e recomeços – e tudo isso sem deixar a narrativa previsível ou clichê. O charme da história está no segredo meticulosamente detalhado nessas páginas, mas o melhor é o quão reflexivo a solução desse mistério é. O fato é que temos uma narrativa tão cruel e verdadeira que é impossível não se envolver com ela. Trata-se de uma família perfeita devastada pelas mentiras, pela ganância e pelo preconceito. Uma família fictícia que, assolada por seus medos e erros, ganha o leitor ao tornar-se tão real. Portanto, podem dizer que é apenas ficção, mas fica claro que a mensagem por trás dessa história é dolorosamente autêntica.



Cadence é a neta mais velha da suntuosa família Sinclair. Criada para ter e ser a melhor, a jovem passa todos os seus verões na ilha particular da família, local mágico e repleto de amor e alegria. É ali em que as filhas Sinclair se reúnem com seus pais e seus lindos filhos, mostrando para o mundo seu poder e sua beleza. Entretanto, por trás dessa fachada temos adultos corrompidos e falsos, e jovens que sofrem a pressão e a consequência do peso de um sobrenome. Até o verão de seus quinze anos os primos Cadence, Johnny e Mirren – que ao lado do amigo Gat formam o grupo intitulado “Mentirosos” – não conseguiam enxergar além da aparente perfeição dos Sinclair, contudo tudo muda nesse verão: as máscaras caem e a podridão vem à tona. Dois anos depois o resultado dessa mudança é uma Cadence traumatizada, perdida em suas fortes e horripilantes enxaquecas, e angustiada com sua falta de memória. A jovem não sabe o que aconteceu ou o que realmente mudou, mas tem certeza de que precisa descobrir como lembrar do seu passado, da noite em que ela acordou sozinha – sem parte de suas roupas e de sua memória - na praia da ilha Sinclair. 


A trama caminha conforme Cadence vai relembrando o verão dos quinze, tentando descobrir o que aconteceu com ela e com sua família. Por isso, pela intensa carga de mistério, é impossível desgrudar do livro e deixar de criar mirabolantes teorias para o problema de Cadence. Porém, o fato é que nada do que imaginamos chega perto do segredo dessa história – que é angustiante, doloroso, emocionante e cruel. Devorei as páginas dessa obra para, no fim, me deparar com um segredo avassalador. As peças desse quebra-cabeça se encaixaram, dando sentido a toda a obra, deixando claro aquilo que estava muito bem escondido em cada página lida. E quando tudo foi revelado, simplesmente fiquei sem chão. Minha primeira reação foi descrença, a segunda cair aos prantos, e a terceira parabenizar a autora por sua imensa criatividade.

O livro nos prende a cada página, nos surpreende com seu enredo e sua conclusão maravilhosa! Indico a todos que leiam Mentirosos, garanto que não vão se arrepender.










Um comentário:

Olá, obrigada pela visita!

Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
É blogueiro? Deixe o link do seu blog para que possamos visitar :)


Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger