[Resenha]: O Livro de Memórias - Lara Avery


Resultado de imagem para o livro de memorias


Título: O Livro de Memórias
Autor: Lara Avery
Páginas: 352
Selo: Seguinte
Ano de Publicação:  2016
 
Sinopse: Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para que posteriormente ela mesma possa ler e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava. 


O livro de memórias conta a história de Samantha Agatha McCoy, uma jovem que mora em uma cidade pequena no norte dos Estados Unidos e que sonha grande. Membro do clube de debate e Oradora da turma, Sammie deseja destacar-se academicamente, ir para NYU – faculdade de Nova Iorque, morar na cidade grande e posteriormente cursar direito em Harvard. Mas todo seu futuro metodicamente planejado sofre uma reviravolta quando ela é diagnosticada com NP-C (Niemann-Pick tipo C), uma doença genética degenerativa incomum para sua idade. Seus músculos e órgãos irão ficar fracos, mas os graves sintomas que a preocupam são a demência e a perda de memória.


“As limitações físicas não a impediriam de ser uma grande intelectual, mas não ter o controle do próprio cérebro é seu pior pesadelo”



Com isso, ela elabora uma alternativa para driblar os sintomas da doença com a finalidade de alcançar suas metas e ir para faculdade, e assim começa a escrever em seu notebook todas as lembranças essenciais para que no futuro, possa se manter fiel aos seus objetivos. Logo, o livro de memórias vai sendo construído com elementos do seu dia-a-dia, seu diário se compõe com cada vez mais com capítulos sobre sua família, sua amiga Maddie, Stuart – sua paixão, e Cooper – seu amigo de infância que reaparece. Nesse desenrolar você vai se emocionando e Sammie vai se redescobrindo.


“Sam do Futuro, eu tinha começado a ficar acordada à noite, pensando nas nossas conversas, rindo sozinha das coisas que Stuart tinha dito e lembrando daquela sensação de pequena explosão que eu sentia sempre que o fazia rir. Mas, desde a conversa com a Maddie, fiquei me perguntando se não tinha simplesmente dado muita importância para as horas que passamos no gramado da Dartmouth, jogando ideias para o alto, tirando palavras da boca um do outro.”
 Página 161




Samantha que começa com características de uma garota fria, inteligente, disciplinada e de beleza pouco convencional, aos poucos com sua atual condição começa a se arriscar mais, ter mais atitude, fazer coisas diferentes e a se abrir mais. Portanto à medida que você vai lendo vai conhecendo uma nova Sam.


“Como um corpo pode conter tantas pessoas diferentes?”
Página 298

Quem narra à história é a própria Samantha, mas há interação de outros personagens na narrativa. Esses são bem caracterizados, a autora conseguiu aproveitar bem tudo, o que faz com que a história seja mais dinâmica e rica, assim não fica uma leitura cansativa.


Achei o livro super interessante da capa aos agradecimentos, Lara foi muito feliz na forma em como construiu o livro. Características, como a ausência de títulos em alguns capítulos, a mudança da fonte de escrita e parênteses com observações de Sammie, deixa o livro íntimo e muito parecido com um diário – cumprindo a intenção da autora. Esses aspectos fazem com que o leitor entre mais profundamente na história, como se ela ganhasse vida, uma hora se sentindo a Sammie do presente e outra se sentindo a Sam do Futuro.

                                      


Essa história atingiu meu coração com toda a força, não e só porque eu gosto desse gênero, e sim, porque Lara Avery foi sensacional na forma em como constituiu essa obra. Ela faz Samantha como uma pessoa forte e madura e ao mesmo tempo com todas as inseguranças de uma menina da sua idade. O foco da narrativa não fica só na doença ela trata de tudo e de fora bem leve, com isso a leitura não fica pesada por causa da enfermidade da protagonista.
Toda essa obra de superação, aprendizado, redescoberta e amor, tornam O Livro de Memórias uma obra linda e deliciosa que vale muito a pena ser lida.




“Minha memória preferida é este livro inteiro porque ele é você...”

7 comentários:

  1. O livro deve trazer grande ensinamento, porque mesmo enfrentando uma doença tão grave a protagonista não se deixou abater e continuou em busca de seus sonhos.
    Muito boa sua resenha.
    “O Natal não é um momento nem uma estação, senão um estado da mente. Valorize a vida.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi Gih, posso te chamar assim?
    Desde a primeira vez que vi esse livro, tenho a sensação de que ele tem tudo para se tornar um dos meus livros queridinhos. Gostei da resenha.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gi!
    Menina, eu já tinha visto esse livro no goodreads, mas não tinha muita vontade de ler. Recentemente vi umas resenhas e mudei de opinião haahhah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias
    Participe do Sorteio de Final de Ano

    ResponderExcluir
  4. Amei demaaais esse livro. Eu me identifiquei demais e vou procurar pra comprar de Natal mesmo!!!
    Amei seu blog, to seguindo pra não perder nada <3

    xox
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  5. Oi Giovanna, tudo bem?

    É um livro realmente muito bonito! A narrativa tem até um tom leve, né? Mas é difícil não se emocionar com a Sammie!

    Adorei a resenha e as fotos!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Olá, Gio!
    Eu só tinha visto a capa desse livro por ai, mas sem saber do que se tratava. A história parece ser linda e daquelas que são a minha cara.
    Adorei a resenha.

    Bj bj
    Um Leitor No Oceano

    ResponderExcluir
  7. Oi Giovanna,

    Quando eu vi a editora anunciando esse livro fiquei com o coração na mão. Parece ser um livro ótimo, mas que precisa ser lido no momento certo. Como eu sou muito chorona, vou ler quando tiver de férias que dai choro em casa. kkkkk Adorei a resenha. :)

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pela visita!
Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!

~ Não respondemos comentários em anônimo.
~ Não é permitido o uso palavras ofensivas.
~ Não compartilhamos livros, não pratique pirataria e valorize o trabalho do autor.

Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger