[PROJETO LITERÁRIO]: Zona de Conforto ZERO!




Oie amigos, tudo bem com vocês?  Como andam as leituras, as séries, a vida? Eu estou aqui, muito ansiosa como sempre! Idealizei algumas metas bem bacanas para a minha vida, e lógico que quero colocar tudo em prática pra ontem né? Às vezes dá certo, as vezes não, e por isso tenho tentando trabalhar a minha ansiedade, porque as vezes isso é um pouco prejudicial em vários aspectos, não durmo, não como fico preocupada o tempo todo... Mas por enquanto, está tudo sobre controle! E o blog me ajuda muito com isso, falar sobre me acalma, então preparem-se para ler muito sobre os planos por aqui haha

Então, vamos falar sobre o meu projeto literário pessoal, o ZONA DE CONFORTO ZERO! Já comentei com vocês que tenho muitos livros não lidos na minha estante, certo? Se quiserem, podem acompanhar no meu Skoob (Me adicionem gente, adoro fazer novos amigos, acompanhar as leituras e dar palpites!), ao todo são 104 livros não lidos: 24 e-books e 80 livros físicos. Eu sei, eu sei, é muita coisa haha. Me descontrolei ano passado e comprei mais do que li.


Aqui no blog tem a página de “Lidos em 2017”. Até o momento foram 15 livros, e todos Romance/NA/YA! Fiquei surpresa quando percebi isso, porque fui escolhendo os livros aleatoriamente, e não percebi que estava tão presa ao gênero. Voltei nas leituras de 2016, e mais uma vez esses gêneros reinaram, e também percebi que li pouquíssimos ebooks. Por esses motivos, resolvi criar um projeto que me obrigue a ler livros fora da minha zona de conforto, diversificar um pouco... Sei que tenho muitos títulos bacanas na minha estante, que precisam da sua chance de ser lidos! Não estou dizendo que vou abandonar os romances completamente, até porque tenho muitas coleções pela metade, mas o ritmo vai diminuir bastante!

O projeto é bem simples, constituído de três passos e vai contar com a ajuda da minha irmã e colaboradora Giovanna Lopes:

1 –  A partir de abril, ela vai escolher, dentre os títulos da minha estante, dois livros que deverão ser lidos por mim durante o mês. Esses livros serão de gêneros aleatórios, (menos Romance/NA/YA) e serão resenhados aqui no blog, onde vou contar minha experiência de leituras.

2 – A segunda parte do projeto consiste em ler um dos meus e-books por mês. Separei os nove e-books escolhidos para o projeto, e farei o sorteio de qual ler no mês, para ficar mais dinâmico rsrs. Os nove e-books escolhidos são (Clique nas capas para ler a sinopse no Skoob):


     

      

     

3 – A terceira e última parte do projeto une o útil ao agradável. Como vou explicar melhor na coluna Crise dos 20, estou sentindo a necessidade de estudar, me atualizar, buscar novos conhecimentos. Porém, não consigo ter tanta “disponibilidade” para esse tipo de leitura quanto tenho para os “livros de lazer”. Para mudar isso, busco com o projeto me comprometer a ter uma leitura técnica por mês. Seja um livro, artigo, estudo de caso, quero me comprometer a buscar novos conhecimentos. O histórico dessas leituras farei na “Crise dos 20”, e quem quiser acompanhar, basta procurar por lá! 

Então esse é meu projeto amigos! Todo mês: dois livros surpresa, um e-book e uma leitura técnica. Sei que sou capaz de realizar o projeto direitinho, agora só falta começar haha! Espero que tenham gostado do projeto, e que torçam por mim!

Beijos e até a próxima!

[NOVIDADES] O Blog Está de Cara Nova!


Oie oie minha gente, tudo bem com vocês? Eu estou aqui, não me aguentado de felicidade, e sabem por quê? O Entre Páginas floresceu! Nosso cantinho estava precisando de uma carinha nova, uma repaginada certo? Muita coisa mudou nos últimos tempos, e achei que o blog também merecia uma mudança, então, estamos de layout novo!



A responsável por essa obra de arte, mais uma vez, foi a Camila, da Colorindo Design! Eu sou uma pessoa extremamente indecisa, ansiosa e cheia de ideias, mas sem saber como organizá-las; a Camila (por um milagre de Deus!) consegue me entender, organiza tudo o que estou imaginando, e sempre supera as minhas expectativas! Eu queria algo mais leve para o blog, e com muitas flores, pois tem sido a minha paixão do momento... e então ela fez <3  Me digam o que acharam do novo layout viu?  

E temos mais novidades por aqui... Em abril vamos inaugurar uma nova coluna quinzenal aqui no blog, de nome: Crise dos 20. É uma coluna muito especial para mim, que eu já venho elaborando a um tempinho, pensando na melhor maneira de abordar o tema com vocês. Mas não se preocupem o blog não vai perder o foco e nem a identidade viu? Ainda vou falar muuito de livros por aqui, e eles vão estar presentes nessa coluna também! 

Minha intenção é a de compartilhar com vocês um pouquinho de mim, o que eu espero da vida e o que eu não esperava dela, minhas metas, desejos, sonhos. Quero falar de estudos, empego, vida financeira, decoração, família, música, cachorro, gato, papagaio, e claro que vai ter uma indicação de livro também né amores? Vai ser tudo muito leve, tranquilo, um bate papo bem legal, dentro de tudo o que eu planejo para o blog! 

Ah, não lembro se eu mencionei por aqui, mas estou desde fevereiro sem computador, por isso não atualizei tanto o blog e nem visitei todos os amigos, mas agora, a vida voltou ao normal, meu computador está de volta, e o blog vai bombar de novidades! #EstamosDeVolta #NaAtiva 

No mais, só queria dizer que estou muito feliz em estar 100% de volta, completamente apaixonada com a nova carinha do blog, e claro, agradecer a Camila linda por realizar mais um sonho meu!   Estava morrendo de saudade de tudo por aqui!

Beijinhos pessoal, e até a próxima! 

[RESENHA]: O Perfume da Folha de Chá - Dinah Jefferies


Título: O Perfume da Folha de Chá
Autor: Dinah Jefferies
Páginas: 432
Ano de Publicação: 2017
Editora: Companhia das Letras

Sinopse: “Em 1925, a jovem Gwendolyn Hooper parte de navio da Escócia para se encontrar com seu marido, Laurence no exótico Ceilão, do outro lado do mundo. Recém-casados e apaixonados, eles são a definição do casal aristocrático perfeito: a bela dama britânica e o proprietário de uma das fazendas de chás mais prósperas do império. Mas ao chegar à mansão na paradisíaca propriedade Hooper, nada é como Gwendolyn imaginava: os funcionários parecem rancorosos e calados, e os vizinhos, traiçoeiros. Seu marido, apesar de afetuoso, demonstra guardar segredos sombrios do passado e recusa-se a conversar sobre certos assuntos. Ao descobrir que está grávida, a jovem sente-se feliz pela primeira vez desde que chegou ao Ceilão. Mas, no dia de dar à luz, algo inesperado se revela. Agora, é ela quem se vê obrigada a manter em sigilo algo terrível, sob o preço de ver sua família desfeita.”

Olá amigos! Olha só quem não consegue sair dos livros de romance? Eu mesma! Hoje venho falar um pouquinho sobre O Perfume da Folha de Chá, um romance de época um pouco diferente dos que tenho lido, que me surpreendeu, tirou o chão, arrancou lágrimas, e conquistou meu coração. A resenha está um pouquinho atrasada, porque foi difícil viu? Não posso dar muitos detalhes sobre o enredo sem tirar o grande “tchan” do livro, por isso vou fazer uma breve introdução sobre a história e focar mais nas minhas impressões sobre a leitura, e os aspectos que mais chamaram a minha atenção. Espero que vocês gostem!  

“Gwen sabia muito bem que a culpa era capaz de consumir uma pessoa por dentro, e que era uma presença persistente, invisível a princípio, mas que ia crescendo até ganhar vida própria.”

Gwendolyn é uma garota inglesa de 19 anos, recém casada com o Laurence Hooper, um viúvo proprietário de uma grande plantação de chá, no Ceilão. Quando nossa história começa, a moça acaba de chegar a esse novo e excêntrico país, indo ao encontro do seu marido, para juntos começarem a sua história. Tudo parece maravilhoso, até que ao chegar, e a perspectiva da vida de casada deixa Guen bem ansiosa. Mas nem tudo sai como ela imagina. Aos poucos, Guen começa a se sentir sozinha, a achar o marido distante, e cheio de segredos, e isso começa a preocupá-la.

O tempo passa, e a chegada da irmã de Lourence, Verity, piora um pouco as coisas, pois a megera não aceita bem Guen como nova ”senhora” da fazenda. Também conhecemos Savi Ravashinge, um charmoso pintor de quem Laurence não gosta muito, mas terá um papel fundamental na história, e Christina Bradshaw, uma jovem viúva que tem sentimentos por Laurence e não faz questão de escondê-los. Cada um desses personagens tem o seu papel, e sua contribuição para a história e fundamental.

 Laurence tem seus momentos puro amor, quando acreditamos nos seus sentimentos por Gwen, e os momentos ruins, quando tentamos descobrir quais segredos seu passado esconde. Até que Gwen engravida, e então tudo muda!  Laurence faz de tudo para que Gwen  se sinta bem e feliz, mas quando chega o momento de dar a luz, Gwen é surpreendida de forma inimaginável, e tem que tomar uma decisão que vai mudar sua vida completamente, e carregará o peso dessa decisão pelo resto de seus dias. 

“Ninguém nunca dissera que ser mãe significava conviver com um amor tão indescritível que a deixaria sem fôlego, e com um medo tão terrível que abalaria até sua alma. E ninguém nunca avisara sobre a proximidade desses dois sentimentos.”

Amo livros que exploram culturas, épocas e países poucos citados na literatura atual, e esse se enquadra em todos os aspectos! A autora realmente se empenhou na pesquisa, pois conseguimos visualizar todo cenário e a cultura do antigo Ceilão. É tudo muito real, rico em detalhes, sem contar que a autora incluiu vários fatos que fizeram parte daquela época, como o naufrágio do Titanic e a Crise de 1929. Originalmente, o cenário da nossa história, o Ceilão, (hoje conhecido como Sri Lanka), é um país diversificado e multicultural, lar de muitas religiões, etnias e línguas.  Além da maioria cingalesa, é o lar de grandes grupos de tâmeis indianos, mouros, burgheres, malaios, cafres e o aborígene Vedda.  A autora soube explorar bem todas as características culturais, além de fornecer diversas informações sobre a situação política e econômica do Ceilão e do mundo durante o período em que a história é contada. 

Gwen é uma gracinha de personagem! Inicialmente ela parece mais uma mocinha apaixonada, cheia de sonhos e expectativas. Mas aos poucos percebemos a mulher forte, decidida e até mesmo moderna (pelos padrões da época) que ela demonstra ser. Encarna o papel de senhora do lar com maestria, tomando conta da fazenda com perfeição. As más condições em que os trabalhadores rurais viviam em comparação com os ricos donos de terra, foi retratada em diversos trechos do livro ,e nesses momentos nossa protagonista me ganhou mais, demonstrando sua generosidade e sua mente evoluída sobre as condições de trabalho dignas e sobre a forma como pessoas de etnias diferentes devem ser tratadas. Ela é humana, cheia de defeitos, arrependimentos e erros, e não posso julgá-la pelas decisões difíceis que teve que tomar, sofri com ela, e torci durante todo o livro para que ela encontrasse paz. 

Laurence é um personagem mais maduro, porém cheio de segredos, com uma personalidade um pouco complicada de se decifrar. Seu passado o assombra constantemente, e desde o início nos questionamos sobre o que de tão grave pode ter acontecido, para atormentá-lo por tanto tempo. Passei boa parte do livro sem saber se o odiava ou não, mas por fim, consegui entender seu modo de agir. A falta de comunicação entre o casal é o principal motivo de todos os mal entendidos entre eles, e faz com que ações precipitadas tenham consequências drásticas que os atormentarão por muitos anos. 

O livro desperta nossa curiosidade desde a sinopse, e garanto que durante toda a leitura temos a necessidade de desvendar todos os segredos que a história esconde. É uma mistura de romance de poca/drama fácil de ler, com a escrita fluída e leve, que trata principalmente sobre a inter-racialidade e a família.  Gostei muito do livro e recomendo para todos os fãs do gênero, ou que desejam ter uma primeira experiência! 

Beijos e até a próxima!


[SORTEIO]: Box Julia Quinn + Todos os Livros Autografados!



Ganhar LIVROS recém lançados é muito bom. Mas melhor ainda, é quando eles estão AUTOGRAFADOS pela autora, inclusive o BOX onde eles ficam guardados. É isso mesmo. Aproveitei que JULIA QUINN veio aqui em BELO HORIZONTE, e levei tudo para ela colocar sua assinatura e seu desenho de um coração. Ou seja, este prêmio se tornou um item bem raro! E como você pode ganhá-lo? Simples! Só seguir as regras abaixo ;) 

PARCEIROS

REGRAS

1. O vencedor precisa residir, ou ter endereço de entrega, em território nacional; 
2. O período de inscrição será do dia 14/03/2017 ao dia 15/04/2017
3. O GETTUB será responsável pelo envio do PRÊMIO. O prazo de envio é de até 30 DIAS ÚTEIS, e o GETTUB não se responsabiliza por danos, extravios ou retornos das encomendas; 
4. O vencedor terá um prazo de 48 HORAS, após o resultado, para entrar em contato com o GETTUB. Caso contrário, o sorteio será refeito; 
5. O contato com o vencedor será feito POR E-MAIL, apenas. Então, é muito importante que ele esteja correto ao preencher o formulário;
6. O resultado da promoção será divulgado no dia 16/04/2017;
7. Este sorteio é de caráter recreativo/cultural, conforme item II do artigo 3º da Lei 5.768 de 20/12/71 e dispensa autorização do Ministério da Fazenda e da Justiça, não está vinculada à compra e/ou aquisição de produtos e serviços e a participação é gratuita;
8. O blog GETTUB se reserva o direito de dirimir questões não previstas nestas regras.


PRÊMIO




FORMULÁRIO

As QUATRO primeiras entradas são OBRIGATÓRIAS e valem UM PONTO. Todas as outras são OPCIONAIS, mas cada uma vale CINCO PONTOS. Quantos mais pontos somar, mais chances tem de ganhar.

a Rafflecopter giveaway

Dúvidas quanto ao sorteio, deixe uma mensagem neste post.

BOA SORTE!

[TAG]: Desafio Literário Wonder Woman


Olá meus amigos, tudo bem com vocês? Março é o mês da mulher, e claro que não podia passar em branco não é mesmo? Hoje vim responder uma TAG na qual fui marcada no Instagram, mas devido à correria do dia a dia, não consegui respondê-la por lá. Então resolvi trazer aqui para o blog, e compartilhar as minhas respostas com vocês! 

1 – Personagem Líder: Hermione (Harry Potter)
A série pode ser sobre o Harry, mas que a Mione sempre foi a líder do trio é fato não é mesmo? Inteligente, corajosa, cheia de iniciativa. Hermione sempre soube tomar as decisões certas, pensando no melhor para o grupo. É um exemplo de líder, a minha favorita!  

2 – Personagem Vaidosa: Vivi (O Garoto dos Olhos Azuis)
Vivi é aquela personagem secundária que merece todo o destaque! Também chamada de Barbie Malibu, ela é extremamente vaidosa, se veste bem, e o melhor, ainda cuida dos looks da Babi! Todo mundo merece uma melhor amiga dessas né?

3 – Personagem Mãezona: Malorie (Caixa de Pássaros)
 Gente, que mulher é essa? As coisas que a Malorie faz para proteger os Gêmeos são surreais. A forma que ela criou as crianças, tendo em vista toda a situação, foi surpreendente, e com certeza ela merece o troféu de mãe do ano.

4 – Personagem Guerreira: Amani (A Rebelde do Deserto)
Amani foi a minha escolhida, por sua força de vontade e determinação. A moça sai em busca de uma vida melhor, e não mede esforços para conseguir o que quer. É corajosa, aventureira, e ainda uma excelente atiradora!

5 – Personagem Moderna: Katy (Obsidiana)
A Katy é BLOGUEIRA! E o melhor: Blogueira Literária! Tem como a personagem ser melhor? Ela fala sobre o blog em vários momentos dos livros, sobre as resenhas, visualizações, até vídeos ela faz. Me identifiquei muito gente!

6 – Personagem Esportista: Anabeth (Percy Jackson)
Essa foi meio difícil, não tenho nenhum livro que seja focado em esportes. Por isso, minha escolhida foi a Anabeth, pois ela domina todas as atividades do acampamento meio-sangue, é uma excelente estrategista, e bem competitiva.

7 – Personagem Sonhadora: Luna (No Mundo da Luna)
O nome do livro já diz tudo né? A Luna é um amorzinho, a típica mocinha perdida, desajeitada, mas que consegue conquistar a gente. É extremamente sonhadora, imaginativa e ansiosa, faz várias trapalhadas, mas a gente torce por ela assim mesmo, afinal, ela merece muito seu final feliz!






 E aí gente,  gostaram das minhas escolhas? Quais seriam as de vocês? Me contem nos comentários! Espero que tenham gostado do post amigos, beijo grande e até a próxima! 

[CLUBE DOS 5]: MINHAS 5 AUTORAS PREFERIDAS



Olá meus amores, como vão vocês, tudo bem? Escolhi a data de hoje, super especial, para estrear a nova coluna do blog, a CLUBE DOS 5 onde vou procurar falar sobre 5 qualquer coisas interessantes do meio literário <3.  Em homenagem ao Dia da Mulher (Yees!) escolhi para hoje, falar sobre as minhas 5 autoras preferidas, por quem eu nutro um amor incondicional. Vêm conhecer todas elas!


J. K. Rowling
Minha Diva, Minha Rainha! Sou apaixonada pela J. K. e suas obras desde bem novinha, os livros de Harry Potter foram os melhores presentes que já ganhei. Em um período de sete anos, Rowling vivenciou a morte de sua mãe, o nascimento de sua primeira filha, seu divórcio com seu primeiro marido e uma crise financeira pessoal até que, em 1997, finalizou o primeiro dos sete romances da série, Harry Potter e a Pedra Filosofal e o último, Harry Potter e as Relíquias da Morte, em 2007. Desde então, Rowling já escreveu quatro livros para o público adulto, Morte Súbita e, sob o pseudônimo de Robert Galbraith, O Chamado do Cuco, precedido por O Bicho-da-Seda e Vocação Para o Mal. A mulher é uma guerreira, né mores?



Julia Quinn
O que dizer sobre essa mulher que eu mal conheço e já amo tanto? Julia Quinn fez com que eu me apaixonasse por romances de época, com a queridinha família Bridgerton. Julia tem uma escrita maravilhosa, envolvente, e cria personagens incríveis, que tornam a leitura muito mais agradável. Depois de ver tanta gente falando super bem sobre os livros da autora, tive que conferir e também foi amor as primeiras páginas! Disse a mim mesma que não ia comprar nenhuma série grande mais, e cá estou eu, com os 9 livros da Família Bridgerton! Quero ler tudo o que ela escrever!



Abbi Glines
Abbi me conquistou com a série Rosemary Beach, seus badboys lindos, mocinhas fofas, o cenário maravilhoso... E ainda realizou a proeza de escrever duas séries distintas, e uni-las através de seus personagens! Muitos podem achar as histórias da Abbi um pouco clichês, e eu confesso, as vezes são mesmo, mas isso não diminui meu amor por elas ou minha vontade de devorar os livros, pelo contrário! <3 







Jennifer L. Armentrout
Juro que eu não dava nada para uma série sobre alienígenas, e convenhamos que a capa de Obsidiana não ajuda muito né? Mas após ler tantas resenhas positivas, tive que ler para ter a minha opinião e gente, foi amor as primeiras páginas! A muito tempo um livro não me conquistava de forma tão intensa, a ponto de me dar uma baita ressaca literária. A escrita da Jennifer é maravilhosa, e seus personagens então, me conquistaram completamente. Logo Logo vou para o terceiro volume da série, e claro que eu venho compartilhar com vocês!




Raiza Varella
Essa mulher devia se chamar Raiza Destruidora de Corações Varella viu? Conheci a Raiza através de uma parceria, e o livro em questão era O Garoto de Olhos Azuis. Geeeeente, eu virei a noite lendo, acabei a leitura em menos de 24 horas e tive uma ressaca daquelas, fiquei feliz, apaixonada, ansiosa, tudo de uma vez. Desde então, acompanho a Raiza e todas as suas obras, e além de ler tudo o que ela escreve (e já adianto que vêm muita coisa boa por aí!) acho maravilhosa a forma como ela trata suas leitoras, é super atenciosa, prestativa, presente. Faz sorteios, conversa, pede opinião, é uma gracinha só, e serve de exemplo para muitos autores por aí!




E só para marcar:

“Mulher...Que sejas sempre lembrada,não apenas por um dia,mas no dia a dia...Que sejas festejada,não por convenção,mas pelo seu valor,sua força, seu coração.Que sejas respeitadacom todo carinho,e todo amor...Hoje e sempre!”Valéria Milanês

Espero que tenham gostado do post, Beijos e até a próxima!

Mulheres, feliz nosso dia! 

[RESENHA]: Procura-se Um Marido - Carina Rissi


Título: Procura-se Um Marido
Autor: Carina Rissi
Páginas: 474
Ano de Publicação: 2012
Editora: Verus
Compre Aqui: Amazon
Sinopse: “Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada.
Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel.
Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou."

Oii minha gente, tudo bem com vocês? Hoje trago a resenha de um livro nada recente, mas precisava compartilhar com vocês a minha experiência com a escrita da Carina Rissi. Nunca tinha lido nada da autora, e me arrependo de não ter lido antes!  É leve, engraçado, apaixonante, tudo de bom direto das páginas! Tem o crush preferido, a melhor amiga, o personagem detestável, a mocinha engraçada, e todos os elementos de uma comédia romântica de tirar o fôlego!

Que romances são em sua maioria bem clichês, todo mundo sabe. A mocinha e o mocinho têm que passar por grandes dificuldades para ficarem juntos, mas no fim, tudo dá certo. Procura-se um Marido segue essa mesma linha, mas conseguiu me surpreender de uma forma super positiva, com elementos que eu não esperava na história, como certas doses de mistério, investigação e ação. Como já diz a sinopse, Alicia é uma patricinha rica e mimada, acostumada a fazer as coisas da sua maneira e não assumir as conseqüências de seus atos. Vive com seu avô, por quem nutre um amor intenso e verdadeiro, e esse, por sua vez, tem o hábito te passar a mão na cabeça da neta e dar um jeito em tudo o que ela faz de errado.


Tudo vai bem até que o avô de Alicia morre, e se lidar com o luto já não era suficiente, Alicia tem uma surpresa ainda maior no momento da leitura do testamento. A moça descobre que não pode ficar com o dinheiro da herança enquanto não arrumar um marido, e que enquanto isso terá que trabalhar para arcar com todos os seus gastos. Claro que Alicia não vai seguir os métodos tradicionais de se arrumar um marido não é mesmo? Louca para voltar para o seu padrão de vida, a patricinha coloca um anúncio no jornal, procurando um marido, e quando ela finalmente acha o “pretendente perfeito” é que a história começa de verdade.
"Max era uma incógnita para mim. Às vezes, como naquele momento, me tocava sem que eu precisasse recorrer a subterfúgios. Em outras, dava mais trabalho que cabelo alisado com chapinha em dia de chuva."

 O livro é delicioso, há algumas cenas bem engraçadas, mas o foco é no romance e eu não podia pedir mais, já que o romance é incrível. O final me surpreendeu bastante, Carina me enganou viu?
De início, foi difícil gostar da Alicia. Uma menina muito mimada que achava que trabalhar era algum castigo terrível e parecia estar sempre arrumando problemas. Entretanto, com o desenvolvimento do livro, foi fácil notar o amadurecimento da personagem, que se tornou uma mulher inteligente, bonita e compreensiva. Além disso, Alicia não se metia em confusão de propósito, ela só tinha uma personalidade alegre e gostava de aventuras. Ela foi me conquistando aos pouquinhos, com seus monólogos internos e temperamento explosivo, e ter a narrativa feita por ela, fez o livro ser muito mais divertido.

Dá pra colocar o Max em um potinho e trazer pra casa? Eu sempre me apaixono pelos moços gente, mas meu amor por Max foi especial, porque ele é um personagem cheio de defeitos. Também tem um temperamento bem explosivo, é orgulhoso, sarcástico, mas quando resolve mostrar seu lado apaixonado, é doce e intenso! Ele bateu de frente mesmo com a Alicia, e assim como a personagem, eu fiquei bem surpresa como tudo o que ele tinha para mostrar.

Mari foi à melhor amiga perfeita e até me sentia meio mal por ela ser tão explorada, mas os amigos de verdade não se importam de ajudar em um momento ruim e foi isso que ela fez. Gostei muito dela e no começo não entendia como ela podia ser amiga de Alicia, já que elas eram muito diferentes, mas logo compreendi a conexão que as duas tinham, eram como irmãs.
Outros personagens chamaram a atenção, mas nenhum recebeu tanto destaque.

— Mari, aconteceu uma catástrofe! — chorei ao telefone. 
— Ah, não! O que foi? Você está bem? Claro que não está bem, que pergunta imbecil! Você está ferida? O que aconteceu? Fala criatura! — cuspiu ela, sem parar para respirar. 
— Me apaixonei pelo meu marido.
A diagramação do livro está perfeita, e mesmo sendo um livro bem grandinho, a leitura é rápida e fluida. Repleto de cenas engraçadas e surpreendentes, foi bem gostoso acompanhar as trapalhadas e aventuras da Alicia. O livro tem um Spin-off, Mentira Perfeita, está na minha estante desde Julho de 2016 rs. Está na lista de leituras de março, e logo logo trago a resenha para vocês!

Espero que tenham gostado, beijos e até a próxima!
© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger