[CRISE DOS 20]: Bem-Vindos ao Meu Espaço!

OI, BEM-VINDOS AO MEU ESPAÇO!

Oie amigos, tudo bem com vocês? Como vão as leituras, as séries, as expectativas para o novo mês? E como encerraram o mês de Maio? Leram muito? Eu li quatro livros, e foram leituras bem satisfatórias! Então, hoje estréio a coluna Crise dos 20 aqui no blog, nosso espaço para falarmos sobre assuntos aleatórios. Já se sentiram perdidos na vida? Sem saber o que fazer ou como fazer? Com as perguntinhas martelando na cabeça: “De onde eu vim? Pra onde eu vou? O que eu estou fazendo da minha vida?” Se sim, bem-vindo ao clube! Entre, sente, fique a vontade, e vêm falar sobre os nossos planos, expectativas, e a famosa crise dos 20!


Já disse por aqui que eu sofro de ansiedade né? Se não, estou contando para vocês agora... Sou daquelas pessoas que ficam ansiosas de uma hora pra outra sem motivo, têm frio na barriga, insônia, perda de apetite, e quando têm motivo ainda, é mil vezes pior! Eu vivo fazendo planos, (com meses, anos de antecedência) e quando as coisas não saem como eu gostaria, eu me frustro muito... Claro que e uma pessoa com esse perfil, ia ter a famosa Crise dos 20 não é mesmo? Haha

Eu esperava que aos 24 anos eu estivesse formada na faculdade, com um emprego maravilhoso, a casa de cerquinha branca, casada, linda e poderosa, pronta para ter filhos... Fiz todo esse planejamento ainda muito nova, ansiosa né gente? Acho que crescemos com esse estereótipo na cabeça, pois há muito tempo atrás as coisas eram realmente assim... Mas o mundo muda, a situação econômica muda, os padrões de vida mudam, e quando nos damos conta de que as coisas não vão sair como o planejado, vêm o desespero: E agora? Como é que vai ser? Tenho 23 anos, sou Bacharel em Administração de Empresas, e... só? Ainda moro com a minha mãe, tenho um milhão de contas pra pagar... Eu trabalho desde os 16 anos, o que eu fiz com meu dinheiro, meu tempo, minha vida? Eis a minha crise existencial diária!

De início, não foi fácil lidar com todas as minhas decepções. Eu me sentia um fracasso, e quanto mais à gente alimenta esse tipo de pensamento, pior as coisas parecem! Eu queria ser e ter tanta coisa, e parecia que tudo está cada vez mais longe, e o tempo passando cada vez mais rápido! E fica pior ainda quando começamos a comparar a nossa vida com a de outras pessoas, com realidades e histórias diferentes, mas tudo o que a gente vê é: Fulano conseguiu e eu não... É complicado.

E então, por um milagre de Deus rs, resolvi encarar todas as minhas frustrações de forma diferente! Eu queria e não consegui? Ok. E agora? O que eu vou fazer com isso? Vou continuar analisando tudo o que já deu de errado na minha vida, ou vou começar a trabalhar uma forma de realizar os meus sonhos? E por incrível que pareça gente, têm dado certo! Não vou mentir e dizer a vocês que já conquistei várias coisas, alcancei meus objetivos, não mesmo! 



O que a minha mudança de perspectiva trouxe de mais importante, foi a famosa paz de espírito e a aceitação. Ok que eu tenho 23 anos e moro com a minha mãe, quantas pessoas também moram? Ok que eu ainda não pude fazer a minha pós, eu ainda nem decidi o que eu quero mesmo. Estou ciente de todas as minhas metas, e traçando ações para alcançá-las, e isso é a parte importante,  saber que estou trabalhando por tudo isso me deixa mais leve. 

Com o tempo, aprendi que é super natural ter todas as preocupações que eu tive e tenho, todo mundo passa por isso né? O segredo é não se deixar abater! E como eu adoro compartilhar as coisas aqui no blog, claro que vou dizer para vocês algumas das minhas metas, e atualizá-los de sempre que der vontade, de cada passo ou conquista! 

* Tirar carteira A e B.
* Praticar alguma atividade física regularmente.
* Reformar meu quarto.
* Me organizar para conseguir morar sozinha <3 

Ah, sobre a parte de morar sozinha, é um sonho gente! E para ir me preparando (como a ansiosa que sou) acompanho muito o blog da Fran Guarnieri, o Morando Sozinha, que além de dar várias dicas, ainda tem uma parte sobre finanças, o Finanças para Garotas muito interessante, que nos ajuda a nos organizar financeiramente para conquistar os nossos objetivos!

E por hoje é só gente! Já falei da minha crise, minhas metas... Em breve eu volto, pra contar mais um pouquinho sobre a minha vida! E vocês, já passaram por esses dilemas também? Tem algum sonho que desejam realizar? Me contem!

Beijos, 


5 comentários:

  1. Oi , Ana. Tudo bem?

    Me identifiquei bastante com o post. Aos 23 anos, me cobre e ainda me cobro bastante sobre diversas coisas. A gente sempre compara a nossa vida com a de outras pessoas que tem a mesma idade e se questiona se estamos indo pelo caminho certo. Vou levar esse post no coração!

    Beijão.

    Eduarda | #blogumup
    Universo Paralelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Duda, tudo bem?
      Aaah, me sinto tão bem com o seu retorno, em saber que não estou sozinha nessa haha. Esses questionamentos são tão frequentes né? Mas a gente supera! Fico feliz que tenha gostado do post ♥

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi, Ana!
    Tudo bem?

    Eu entendo muito a sua crise dos 20. Eu tenho 23 anos, estou concluindo uma faculdade e parei a outra no último semestre. Ainda não me achei no mundo e nenhuma das minhas (quase) formações são os sonhos da minha vida. Eu também achava que nessa idade eu já teria um ótimo emprego e a vida praticamente resolvida. A realidade é completamente diferente.
    Eu ainda não consegui ser disciplinada como você. Todos os dias sofro com o pensamento de que eu já deveria estar em um outro nível da vida, mas não consegui e nem sei quando vou conseguir chegar lá.
    Espero que eu alcance seu nível logo, porque não aguento mais me sentir tão inferior haha ainda mais vendo amigos e conhecidos viajarem, conhecerem o mundo e eu aqui resolvendo se nesse mês vou comprar roupas novas pra substituir as acabadas que eu uso todos os dias ou se vou arrumar meu cabelo que está um lixo hahaha
    Vou me inspirar em você :)

    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie MAri, tudo bem?

      Senta aqui e vamos conversar! Eu te entendo perfeitamente, a gente planeja tanta coisa, e quando vemos os outros realizarem um milhão de objetivos, sonhos, e a gente nada, bate aquela aflição! Sofri demaaais (e ainda sofro um pouquinho) com isso, mas, vai passar, te garanto que vai. E olha, pare de sentir inferior, esse tipo de pensamento realmente afeta o nosso psicológico. Viva um dia de cada vez, trace suas metas, vai com calma... E se precisar de alguém pra conversar, estou sempre aqui!

      Beijinhos!

      Excluir
  3. Olá Ana!

    Se estava me sentindo sozinha antes de ler este post, não estou mais <3
    Também tenho ansiedade, e no meu caso, ela vem junto com um quadro depressivo, então além de sofrer com antecedência em tudo, eu também sofro por não conseguir fazer as coisas. E como sempre, acabo frustrada, e para ajudar, sou uma pessoa que não sabe lidar com as frustrações... enfim, amei você abrir esse espaço no seu blog, porque são tantas coisas para falar e desabafar ;)
    Ah, a diferença é que tenho 20 e ainda estou fazendo faculdade, porque ainda moro com meus pais e sonho em ter meu próprio espaço (uma casinha com cerquinhas brancas seria perfeito!).
    Beijos

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pela visita!

Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
É blogueiro? Deixe o link do seu blog para que possamos visitar :)


Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger