[RESENHA]: Mestre das Chamas - Joe Hill


Título:  Mestre das Chamas
Autor: Joe Hill
Páginas: 592
Ano de Publicação: 2017
Editora: Arqueiro
Compre Aqui: Mestre das Chamas - Amazon
Skoob: Mestre Das Chamas
Sinopse: "Ninguém sabe exatamente como nem onde começou. Uma pandemia global de combustão espontânea está se espalhando como rastilho de pólvora, e nenhuma pessoa está a salvo. Todos os infectados apresentam marcas pretas e douradas na pele e a qualquer momento podem irromper em chamas. Nos Estados Unidos, uma cidade após outra cai em desgraça. O país está praticamente em ruínas, as autoridades parecem tão atônitas e confusas quanto a população e nada é capaz de controlar o surto. O caos leva ao surgimento dos impiedosos esquadrões de cremação, patrulhas autodesignadas que saem às ruas e florestas para exterminar qualquer um que acreditem ser portador do vírus. Em meio a esse filme de terror, a enfermeira Harper Grayson é abandonada pelo marido quando começa a apresentar os sintomas da doença e precisa fazer de tudo para proteger a si mesma e ao filho que espera. Agora, a única pessoa que poderá salvá-la é o Bombeiro – um misterioso estranho capaz de controlar as chamas e que caminha pelas ruas de New Hampshire como um anjo da vingança. Do aclamado autor de A estrada da noite, este livro é um retrato indelével de um mundo em colapso, uma análise sobre o efeito imprevisível do medo e as escolhas desesperadas que somos capazes de fazer para sobreviver.”
Olá pessoal, tudo bem com vocês? Motivada pela vontade de ler algo fora da minha zona de conforto, solicitei entre os lançamentos da Editora Arqueiro o livro Mestre das Chamas, um thriller bem promissor, com uma premissa que chamou muito a minha atenção: “pessoas entrando em combustão espontânea? Como assim?”. A leitura demorou mais do que eu esperava, em alguns momentos foi um pouco arrastada (o livro tem 592 páginas, era de se esperar um pouquinho disso...), mas no fim, posso dizer que gostei do livro, e com certeza lerei mais títulos do autor.

Em Mestre das Chamas conhecemos Harper Graysonuma enfermeira apaixonada pela profissão, que vive um momento complicado da história. Há um novo vírus contaminando as pessoas, tudo começa com manchas pretas surgindo pelo corpo, e termina com o portador entrando em combustão espontânea. Ninguém sabe sua origem, forma de contaminação ou cura, e à medida que os casos de infectados aumentam cada vez mais, o caos começa a se instaurar pelo mundo. 
Movida pela necessidade de ajudar, Harper vai trabalhar em um hospital onde tem contato com muitos infectados, mas após um acidente em que o hospital pega fogo, Harper passa a ficar em casa, com o marido Jacob. Após algum tempo, Harper descobre duas coisas muito importantes, a primeira, é que está infectada com a Escama do Dragão (nome popular dado ao vírus), e a segunda, que está grávida. Jacob não aceita a doença da esposa, e quer a todo custo forçar Harper a se matar, ou a deixa-lo matá-la, pois acha inconcebível que a esposa corra o risco de infectar outras pessoas, inclusive a ele. Harper acredita que o bebê pode nascer sem o esporo, e por isso resolve lutar pela sua vida até a chegada do bebê. Os dois brigam, e Jacob passa de “marido amoroso” para psicopata violento, o que obriga Harper a fugir e procurar por ajuda.     
Paralelo a isso conhecemos o “bombeiro”, um homem que aprendeu a controlar a essência do esporo, e consegue usá-lo a seu favor, seja projetando fogo em partes do corpo, ou criando distrações para ajudar pessoas contaminadas... Seu nome verdadeiro é Jhon Rockwood, mas é conhecido por “bombeiro” por andar pela cidade vestido como um. Com o medo da contaminação, vários "bondes de cremação" começam a surgir, formados por pessoas que acreditam que a melhor forma de lutar contra o esporo é matando os portadores. O "bombeiro" luta contra esse tipo de atitude, e ajuda pessoas contaminadas a fugirem e acharem um lugar para se esconder.
Jhon ajuda Harper a fugir do seu marido e a leva para um acampamento de refugiados, que apesar de não saberem controlar as chamas como Jhon, desenvolveram uma técnica para “acalmá-la”, e  não entrar em combustão, com isso, vivem em harmonia... Harper acha que finalmente encontrou um lugar seguro para ter o seu bebê, mas aos poucos vai percebendo que as coisas na colônia não são o mar de rosas que aparentam ser, e pode ser que lá, tanto quanto no “mundo exterior”, ela tenha que lutar pela própria vida.
A partir daí muitas coisas acontecem, Harper passa por situações inimagináveis, faz amigos e inimigos, e descobre uma força que ela mesma não imaginava que tinha. Apesar de ser uma pessoa bem passiva, chega um ponto em que ela resolver botar as “asinhas” de fora, e é aí que seu problemas se multiplicam, mas é também quando ela descobre quem realmente está do seu lado, e por quem realmente vale a pena lutar. 


Como disse anteriormente, escolhi ler Mestre Das Chamas porque estava precisando sair da minha zona de conforto, e uma história inovadora, com pessoas entrando em combustão em era pós-apocalíptica, me chamou muito a atenção. Posso dizer que Mestre das Chamas cumpriu o seu papel, mas não me agradou tanto quanto eu esperei que fosse acontecer... O enredo é muito bom, e Joe Hill foi bem detalhista em alguns aspectos, o que contribuiu para que entendêssemos melhor a situação vivida pelos personagens. No entanto, o excesso de detalhes algumas vezes tornou a narrativa um pouco cansativa.
Quanto aos personagens, posso dizer que gostei muito de todos eles. No início tive um ódio mortal da Harper! Ela era extremamente submissa, passiva, não enxergava o quanto o seu marido era uma pessoa detestável, e toda a falta de atitude dela estava me irritando profundamente. Quando ela finalmente resolveu reagir eu dei pulos de alegria, e aí sim comecei a me envolver mais com a história. Harper evoluiu bastante durante a narrativa, e apesar de ainda ter algumas atitudes “inocentes”, ela aprendeu a mostrar a sua voz e lutar pelo que queria.
Jacob, o (ex) marido da Harper, é um dos personagens mais detestáveis que eu já li em toda a minha vida! Machista, preconceituoso, violento, cínico, cheio de si, só aparecia na história para deixar tudo pior. Confesso que ansiei por sua morte a cada aparição dele na história, e ainda achei pouco o fim que ele teve.
Quanto ao Jhon, o bombeiro, confesso que esperava um pouco mais dele... A sinopse dá a entender que ele será o grande salvador da Harper e de toda a história, mas ele é apenas mais um dos personagens secundários, com o diferencial de saber controlar as chamas e usá-las a seu favor. Ainda assim, ele  é carismático, conseguiu me conquistar, só não teve o final que eu esperava...
Ainda há muitos outros personagens interessantes no livro (uma colônia cheia deles) mas se eu for citar cada um, essa resenha não vai ter fim! Posso dizer apenas que Joe Hill soube criar uma comunidade com as mais diversas personalidades, mostrando exatamente como é a natureza humana, e tudo o que estamos dispostos a fazer quando as regras e a moralidade parecem não mais existir. Quando o desespero toma conta e temos que lutar pela própria vida, muitos deixam seus instintos agirem, e é aqui que conhecemos o verdadeiro eu de cada um.
Não posso contar muito para deixar vocês curiosos, mas devo dizer que o final foi diferente de tudo o que eu esperava! Fui surpreendida positivamente em alguns pontos, negativamente em outros, e terminei a leitura com aquele gostinho de quero mais... Joe Hill soube amarrar bem todas as pontas, e quanto a isso não tenho do que reclamar, mas acho que alguns personagens mereciam um final melhor... É a vida né?

Acredito que os fãs de Caixa de Pássaros (assim como eu <3) vão gostar de Mestre das Chamas, pois tem uma narrativa um pouco parecida, as vezes um paralelo entre passado e presente, a jornada em busca de uma salvação... enfim, leiam e me digam o que acharam!
Espero que tenham gostado da resenha, beijos e até a próxima! 


10 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Tenho muita vontade de ler algo do autor, os livros dele parecem ser muito bons. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Eu adorei a a leitura e recomendo muito! :)
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Oi Ana, tudo bem? A premissa é bem interessante, ler pra mim tb seria sair da zona de conforto, mas confesso que o excesso de detalhes tb podem me desagradar! De qualquer forma o autor parece escrever muito bem!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mi, tudo bem?
      O excesso de detalhes realmente complica um pouquinho a vida, mas dá pra acompanhar, e no fim vale a pena!
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá, Ana Luiza.
    Eu já li dois livros do autor e gostei bastante da escrita dele. Acho que isso da narrativa cansativa ele herdou do pai hehe. Estou bastante curiosa com esse livro e assim que der eu vou comprar ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Sil, tudo bem?
      Todo mundo disse que ele herdou essa narração do pai, estou cada vez mais curiosa para ler algo do King haha! Compre e leia sim, eu acho que você vai gostar!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oiii, Ana
    Manchas pelo corpo me lembraram da epidemia dos livros das Crônicas Lunares, conhece? Indico forte!!! Mas a história é totalmente outra e esse isolamento da protagonista me lembrou distopias e afins.
    Lendo sua resenha fiquei curiosa pela história. Vou colocar na lista. xD
    www.papuff.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mariana, tudo bem?
      Eu ainda não li Crônicas Lunares, tenho muita curiosidade, mas a lista de desejados tá enorme e os livros são meio carinhos né? HAHA Eu gostei muito de Mestre das Chamas, indico também!
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi, Ana!
    Joe herdou do pai Stephen King o amor pelas descrições hahhahah
    Menina, eu achei interessante isso de combustão das pessoas, mas acho que não leria o livro por agora..
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Sorteio de Férias: cinco livros, um ganhador!
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza!
      Confesso que eu ri muito quando li essa descrição, achei bem estranho, mas me surpreendi muito com o livro! Leia, acho que você vai gostar!
      Beijos!

      Excluir

Olá, obrigada pela visita!
Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!

~ Não respondemos comentários em anônimo.
~ Não é permitido o uso palavras ofensivas.
~ Não compartilhamos livros, não pratique pirataria e valorize o trabalho do autor.

Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger