[RESENHA]: Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem


Título:  Um amor de Cinema
Autor: Victoria Van Tiem
Páginas: 294
Ano de Publicação: 2014
Editora: Verus
Compre Aqui: Um Amor de Cinema - Amazon
Skoob: Um Amor de Cinema 
Sinopse: Neste irresistível romance, Kenzi Shaw, uma designer fanática por filmes, é lançada nas águas turbulentas do amor — ao estilo de Hollywood — quando seu lindo ex-namorado lhe propõe uma série de desafios relacionados a comédias românticas para reconquistar seu coração. 
Que garota não gostaria de vivenciar a cena das compras de Uma linda mulher? É o desafio número dois da lista. Ou tentar fazer os passos de dança de Dirty dancing? É o número cinco. Uma lista, dez momentos românticos de filmes e várias aventuras depois, Kenzi se pergunta: ela deve se casar com o homem que sua família adora ou arriscar tudo por um amor de cinema?
Olá pessoal, tudo bem com vocês? Finalmente trago a resenha de um romance por aqui haha! Confesso que tenho sentido falta de ler esse gênero, ultimamente só tenho lido livros policiais... Enfim, “Um Amor de Cinema” foi uma das minhas leituras de Junho, e foi bem gostosinha de ler. Vem ver o que eu achei!

Kenzi é uma mulher que aparentemente tem tudo na vida: um bom emprego, um bom cargo fazendo o que gosta, o noivo dos sonhos. O que ninguém vê, é que ela teve que trabalhar muuuito para conseguir cada uma dessas coisas. Sempre “esquecida” pela família, vivendo a sombra da cunhada, abandonada pelo amor da sua vida na adolescência, Kenzi tem um complexo de inferioridade, que faz com que ela sempre queira se provar, ser melhor, conquistar as coisas. No fundo, ela só deseja que a família preste atenção nela, quer ser amada por eles. Mas tudo bem, ela está prestes a se casar  com o homem que a ama, montar a sua família e ter o seu final feliz. Pelo menos é o que parece.

Kenzi trabalha como diretora de Marketing na mesma agência que Bradley, seu noivo, e suas melhores amigas Ellie e Tonya (essa é mais aquela “amiga invejosa” sabem?), e tudo vai bem, até que ela descobre que a agência está passando por dificuldades financeiras, e para manter seu emprego, ela precisa fechar um grande contrato com um novo cliente, mas, para sua surpresa, o cliente é Shane, seu ex namorado. Kenzi fica desconcertada, mas logo o seu lado profissional assume a dianteira, e ela se esforça muito para tratar apenas como um cliente, sem toda a mágoa do passado. 

Mas Shane pode ter intenções um pouquinho diferentes... Disposto a despertar a “antiga Kenzi”, a que não ligava para as opiniões da família, que corria atrás dos seus sonhos e que tinha um espirito livre, ele lança um desafio: Shane faz uma lista de 10 filmes (todos favoritos de Kenzi claro haha) e propõe que ele e Kenzi recriem as cenas, uma forma de ajudar o processo criativo dela, e de encontrar a arte que ele procura para seu projeto. Mas é claro que isso trará consequências para ambos. 


Não vou contar muito mais para deixar vocês curiosos, mas posso dizer que a partir desse momento toda a vida de Kenzi muda. Ela ri, chora, se decepciona muito com pessoas que menos espera, mas cresce muito também! Acho que acompanhar a evolução da personagem é uma das partes mais gostosas do livro, o amadurecimento dela diante dos tombos da vida é nítido, e a forma como ela lida com algumas decepções, nos faz torcer muito pelo seu final feliz.

Shane é um personagem super fofo! O filme do moço é super queimado gente! Ele e Kenzi namoravam, faziam planos, e aí ele trai ela e vai embora, sem nenhuma explicação ou satisfação. E quando volta, também não fala muito do assunto (e não nega a traição!) e isso deixa a Kenzi com muita raiva. Claro que ele é culpado por toda a situação, mas quando soubemos a totalidade dos fatos, entendemos um pouco das suas atitudes, e aí sim começamos a torcer pelo casal. 

Todos os outros personagens tem papeis super importantes no livro, mas é Kenzi quem se destaca. Temos um núcleo muito bom, cheio de personalidades fortes (e algumas odiosas!!), e situações muito reais, que fazem com que nos identifiquemos muito com toda a história! 

O livro é um amorzinho só! Tem clichês? Sim, mas o que é o amor sem clichês não é mesmo? Me senti assistindo a uma comédia romântica, o livro tem todos os elementos gente! É leve, divertido, uma leitura para acabar com um sorriso no rosto! Recomendo a todos os fãs do gênero, tenho certeza de que vão gostar!

Espero que tenham gostado da resenha pessoal, beijos e até a próxima!


3 comentários:

  1. Oi, Ana!
    Esse livro tem cara de ter altos clichês e por isso quero ler. É sempre bom um clichê pra alternar com outras leituras.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza, tudo bem?
      Ele tem sim, e eu como fã de clichês, amei demais haha! Super recomendo!
      Obrigada pela visita :)

      Excluir
  2. Olá!! Amei a sua resenha, quero ler esse livro. Amo um romance e o amor é meio clichê, porque não dar uma chance para uma história que parece tão linda.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pela visita!

Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
É blogueiro? Deixe o link do seu blog para que possamos visitar :)


Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger