[RESENHA]: Como Agarrar uma Herdeira - Julia Quinn (Agentes da Coroa #01)


Título:  Como Agarrar uma Herdeira (Agentes da Coroa #01)
Autor: Julia Quinn
Páginas: 304
Ano de Publicação: 2017
Editora: Arqueiro
Compre Aqui: Como Agarrar uma Herdeira - Amazon
Skoob: Como Agarrar uma Herdeira
Sinopse: "Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente."
Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje trago a resenha de um dos meus livros preferidos da Julia Quinn. Ainda não acabei a série dos Bridgertons, mas comecei a ler a Agentes da Coroa assim mesmo, por se tratar de uma dulogia separada. Como sempre, Julia Quinn me arrancou muitos suspiros e risadas desde as primeiras páginas, e no fim, foi mais um livro apaixonante para guardar no coração.

Em Como Agarrar uma Herdeira conhecemos Caroline, uma órfã as vias de receber uma grande herança. Desde a morte dos pais, Caroline passou por vários tutores, e o último é um senhor arrogante e avarento, que deseja casar Caroline com seu filho a fim de se apoderar da herança da garota. Para isso, fara tudo o que estiver ao seu alcance, inclusive impor ao seu filho que viole Caroline para obriga-la a casar; mas o que ele não espera é que Caroline vá lutar tanto pela sua independência. Após a tentativa (frustrada de forma hilária por sinal) de violação, Caroline decide que é hora de sair da casa a todo custo. Faltam poucas semanas para que ela complete 21 anos e assim ser dona de sua herança, e após isso, poderá ser livre do eu tutor. O plano é bem simples: fugir, procurar um emprego, e se manter escondida até a data do seu aniversário. O que poderia dar errado?

Blake Ravenscroft é um agente da coroa, com a missão de capturar Carlotta de Leon e levá-la a justiça. Há rumores de que um cidadão inglês pode ser um traidor da coroa e estar ajudando Carlotta a obter informações, e com isso, Blake resolve vigiar a casa de tal homem a fim de obter alguma informação. Quando Blake vê Caroline se esgueirando pelas laterais da casa, a noite, não acredita na sua sorte, e imaginando se tratar de Carlotta, sequestra Caroline e a leva para sua casa, para fazer com que a moça confesse seus crimes.

De início Caroline se sente ultrajada por ser sequestrada e confundida com uma vilã, mas logo ela vê uma vantagem na situação. Está abrigada, tem comida, e é mantida escondida de todos, a situação perfeita para quem deseja se manter longe das garras de seu tutor até poder resgatar a sua herança. Tudo o que Caroline precisa fazer é deixar que Blake acredite que ela é Carlotta pelo tempo necessário até ela completar a maior idade.

Com algumas artimanhas e muita enrolação, Caroline vai conseguindo convencer Blake de sua “identidade”, até que chega à propriedade o Sr. James, Marquês de Riverdale, e também amigo e parceiro de Blake como agente da coroa. James já se encontrou com Carlotta antes, e quando põe os olhos em Caroline, percebe que algo está terrivelmente errado... A partir daí temos brigas, discussões e situações hilárias. Caroline não deseja voltar de forma alguma para seu tutor, Blake tem um ódio mortal da moça e quer esganá-la a todo custo, e James, que apesar de se divertir muito coma situação, também entende a gravidade do problema, pois além de não capturarem Carlotta, ainda sequestraram uma moça inocente,  se preocupa em como solucioná-lo. 

Blake se sente em dívida com Caroline devido a situação em que a colocou, e resolve manter a moça escondida até que ela possa resgatar sua herança e seguir com a sua vida. Já Caroline se sente em dívida com Blake por ele deixar que ela fique na casa, e resolve ajudar à todo custo à caçada ao traidor, o que provoca situações hilárias. Aos poucos os dois vão se aproximando, e sentimentos conflitantes, situações embaraçosas e novos personagens nada convenientes podem provocar uma catástrofe nos acontecimentos futuros, e mudar todo o rumo da história do casal. 



Mais uma vez Julia Quinn ganhou o meu coração, e acredito que Como Agarrar Uma Herdeira seja meu livro preferido da autora (até o momento). A mistura de investigação, conspiração e romance foi maravilhosa, nos deixando ansiosos tanto pelo desfecho amoroso, quanto pela perseguição policial. O humor como sempre foi na medida certa, e acreditem, na primeira página eu já estava rindo! 

Caroline é uma personagem MARAVILHOSA! É forte, decidida e não aceita abaixar a cabeça e desistir sem lutar. Ela está disposta a tudo para conseguir o que quer, e realmente não mede esforços pra isso. A capacidade dela de irritar as pessoas é impressionante, e em alguns momentos eu mesma fiquei irritada com a moça, mas o seu jeito completamente desastroso compensa isso, e nos faz rir muito ao longo do livro. Ela é bem esperta, e usa isso muito bem a seu favor. Já Blake é o típico “fera”, fechado, mal humorado, as vezes rude, faz de tudo para não demonstrar qualquer sinal de afeição por Caroline, mas claro que ele não se sai muito bem nesse quesito. Ele tem um trauma do passado que o impede de se relacionar com outra pessoa, e isso as vezes faz com que ele não tome decisões muito boas e não enxergue o que está bem diante dos seus olhos, e é preciso medidas drásticas para que isso aconteça. 

Já Blake é o típico “fera”, fechado, mal humorado, as vezes rude, faz de tudo para não demonstrar qualquer sinal de afeição por Caroline, mas claro que ele não se sai muito bem nesse quesito. Ele tem um trauma do passado que o impede de se relacionar com outra pessoa, e isso as vezes faz com que ele não tome decisões muito boas e não enxergue o que está bem diante dos seus olhos, e é preciso medidas drásticas para que isso aconteça.

Eu amei todo o núcleo de personagens da história! James é um amorzinho, educado, em alguns momentos, sarcástico, sabe aparecer e sumir no momento certo e está sempre mexendo seus pauzinhos para que as coisas saem conforme o planejado. Ele com certeza se divertiu muito à custa de Blake com toda essa confusão, e eu adorei a forma como ele não escondeu isso. Fiquei muito feliz que ele tenha seu livro próprio (Como Se Casar com Um Marquês), ele com certeza merece mais destaque! Os empregados de Blake são outros personagens que devem ser mencionados, seu preferencialismo a Caroline é notável, e seu envolvimento em todas as partes da história que envolvem comida são hilárias.  

Ainda falando em humor, gostaria de ressaltar que esse foi o livro da JQ mais engraçado que já li. Apesar de a história ter um toque mais investigativo (não sei se me expressei direito), ela foi bem leve, com muitos diálogos e situações super divertidas! 

Falando sobre a edição, o acabamento do livro está perfeito, e essa capa é maravilhosa não é mesmo? Em breve trago a resenha de "Como Se Casar com Um Marquês" por aqui :) 

Espero que tenham gostado da resenha, beijos e até a próxima!



5 comentários:

  1. Ainda to lendo os Bridgertons também, mas já quero muito ler esse! A minha amiga leu e amou! Aí fiquei super empolgada.
    Adorei como você escreveu sua resenha, contando partes da história com sua experiencia de leitura, adoro resenhas assim!

    Beijocas! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo bem?
      Aaah, fico muito feliz que tenha gostado da resenha! Eu gostei muito do livro, foi um dos melhores da Julia pra mim, e tenho recomendado pra todo mundo!
      Beijos!

      Excluir
  2. Oiiii

    É tão bom quando lemos um livro e gostamos bastante, né?? É mto satisfatório. Eu amo Julia Quinn e nunca deixo de ler tudo o que ela publica.. Mesmo esse não sendo o meu favorito, gostei! To ansiosa para ler o do marquês, porque me identifiquei bastante com ele durante a história desse primeiro livro. As vzs me cansava das discussões do casal kkkkkkkkk

    Beijossss
    Jo - www.curtaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Jô, tudo bem?
      Pois é, o Marquês é realmente muito amor né? Eu ri muito dele durante todo o livro! As discussões do casal realmente cansam as vezes, mas ainda assim eu me apaixonei haha!
      Obrigada pela visita!

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Ana, para começar a foto está linda! Amei essa resenha, estava curiosa para saber como seria a história e percebi que a Julia Quinn é uma autora sem igual que cosengue inovar no jeito de escrever ao longo do tempo! Isso porque pelo que eu li a proposta da autora com essa duologia é muito diferente de Os Bridgertons - que falta apenas os contos para eu terminar - e Smythe-Smith - que não li nenhum até o momento. Um abraçoooo <3

    ResponderExcluir

Olá, obrigada pela visita!

Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
É blogueiro? Deixe o link do seu blog para que possamos visitar :)


Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger