[RESENHA]: A Página Certa - Laplace Cavalcanti


Título: A Página Certa
Autor: Laplace Cavalcanti
Páginas: 228
Editora: Ases da Literatura
Ano de Publicação: 2014
Compare e compre: Amazon

Sinopse: “Já na idade em que as mulheres geralmente estão casadas e planejando seu primeiro filho, Cláudia relaciona isso ao insucesso de sua carreira profissional. Afinal, quem compraria romances de uma escritora fracassada no amor? Para piorar, sua editora não renovou seu contrato. Desesperada sem saber que rumo tomar, a escritora recebe uma incomum proposta de um grande empresário.
Excêntrico, dramático e mesquinho - dentre outras "qualidades" que possui -, Renato quer a ajuda de Cláudia para encontrar uma mulher para casar. Apesar de estar certo que nenhuma mulher recusaria o grande partido que ele é, por não ser nada romântico, o empresário chega à conclusão que só a escritora de romances ilusórios sobre a fantasia do amor verdadeiro - segundo ele próprio - poderá ajudá-lo. A proposta vai contra tudo o que Cláudia acredita, mas as contas estão se acumulando e seu corpo precisa mais que achocolatado e bolacha para sobreviver. Será que a escritora dará conta de cumprir esta missão quase impossível?"

Primeira resenha do ano no ar, e não podia ter escolhido melhor! A Página Certa foi um livro que me surpreendeu completamente, me fez rir muito, e sentir um orgulho enorme de nossos autores nacionais. Uma comédia romântica de primeira, com personagens muito bem construídos, cativantes, e um cenário maravilhoso! Amei que o autor soube trabalhar muito bem cada um deles, tornado todos realmente parte da história, e trazendo algo a acrescentar a mesma. De início, achamos que será mais uma comédia romântica clichê e previsível, achei até que já tinha deduzido o final antes mesmo de ler, e fui completamente enganada e surpreendida! Sem mais delongas, vamos falar sobre o livro!

Cláudia é uma escritora de romances que acredita fielmente no amor verdadeiro, no “felizes para sempre” e faz questão de escrever sobre eles, mas sua realidade não é bem assim... Sem amor, sem dinheiro, e atualmente sem emprego, uma vez que a editora não quis renovar seu contrato, Claudia se vê em uma situação desesperadora, e por mais que receba o apoio dos amigos, não sabe o que vai fazer para sobreviver.

Renato é herdeiro de uma grande empresa e de um dos restaurantes mais chiques do Nordeste, e também uma pessoa desagradável, mesquinha, que só pensa em si mesma e não demonstra empatia por ninguém, exceto talvez por Marcos, seu motorista e amigo de infância, e pelas pessoas que trabalham em sua casa. Fora isso, todos os outros são descartáveis e sem valor. Fora isso, Renato também não acredita no amor, e se acha tão irresistível ao ponto de afirmar que qualquer mulher se casaria com ele. Marcos afirma que Renato não encontraria uma mulher disposta a isso, e Renato toma isso como um desafio pessoal.

Certo dia, de forma desastrosa, os caminho de Cláudia, Marcos e Renato se cruzam, e Renato logo pensa: Quem melhor para ajudá-lo a encontrar uma esposa, do que uma escritora de romances que acredita piamente no amor? O problema é que Renato é uma pessoa insuportável, e seu modo de viver e agir vai contra todos os valores e crenças de Cláudia, mas as contas estão se acumulando, Cláudia está sem muitas opções, e então, se vê envolvida em uma história maluca, para encontrar uma esposa para um homem extremamente irritante.

Nesse ponto nossa história começa de verdade, e vamos acompanhando o desenrolar da mesma, amando alguns personagens e odiando outros. O fim parece bem previsível, mas a história toma um rumo bem diferente, que surpreende a todos, mas nos deixa extremamente satisfeitos com o fim.




De início achei que ia odiar o Renato por todo o livro, sua mania de pensar apenas em si mesmo é terrível, mas ele é também o protagonista das cenas mais engraçadas da história, as falas mais sarcásticas e o humor negro, que o fazem um personagem hilário, que gostamos de acompanhar.
Cláudia demorou um pouquinho a me conquistar, devido a sua baixa auto-estima e a algumas vezes, certa pirraça, mas por fim, consegui entender o seu lado e torcer pelo seu final feliz (que nem sempre é da forma que esperamos).

Os personagens secundários são de extrema importância para a história, tem suas vidas, e algo a acrescentar entendem? O Marcos é um amorzinho só, além de motorista é o melhor amigo de Renato, e toda a sua dedicação ao mesmo é tocante. Ele compreende o amigo, reconhece seus erros, defeitos e qualidades, e faz de tudo para tornar o Renato uma pessoa melhor. Detalhe importante: Ele é um homem que lê, romances ainda? É ou não pra se apaixonar? <3

Outra personagem que me conquistou foi a Beatriz, melhor amiga de Cláudia! A antipatia dela por Renato resulta em várias trocas de farpas entre os dois, e torna tudo muito engraçado. Beatriz é um pouco cética, em alguns momentos até negativa demais, mas também faz tudo por seus amigos, e isso fez com que a mesma ganhasse vários pontos comigo.

A única personagem que em minha opinião merecia mais destaque foi a Fabiana, que apareceu bem pouco (dada a sua importância na história). Senti falta de mais informações sobre ela, mais falas, e isso fez com que eu não me conecta-se tanto com a moça, não a sentisse realmente parte do grupo. Não foi algo que danificou o enredo, mas me sentiria muito mais satisfeita com um pouquinho a mais sobre ela.

Toda a história é narrada em terceira pessoa, e com isso temos uma visão mais ampla de todos os acontecimentos. São capítulos curtos, mas bem descritos e com uma linguagem bem fácil de entender! Sobre a edição, não tenho nada a reclamar. São folhas amarelas, diagramação perfeita.


A Página Certa foi uma grande surpresa para mim, e um dos melhores livros de 2016. Um livro leve, bem escrito, super engraçado, com romance na medida certa. Recomendo a todos os fãs de Romance,  leiam esse livro e encontrem sua Página Certa!

Beijos e até a próxima!

Bem-Vindo 2017!



Feliz 2017!

Oi minha gente, tudo bem com vocês? Como foi a virada de ano, comeram, leram e se divertiram muito? A minha foi maravilhosa, e não poderia estar mais ansiosa por esse novo ano que se inicia! 2017 têm tudo para ser um ano de grandes realizações e conquistas na minha vida pessoal e aqui no blog também, além de um ano de grandes mudanças!

O post de hoje é um bate-papo e também uma olhadinha em tudo que está por vir em 2017! Quero compartilhar com vocês todas as etapas dos projetos para esse ano, então, vamos lá!

2016 foi um ano muito bom, apesar de todas as dificuldades. O blog cresceu, fizemos novos amigos e passamos por várias novas experiências! Foi um ano de leituras maravilhosas, novos gêneros literários e novos autores sendo descobertos.  Também foi um ano de muitas compras e recebidos, ao todo, foram mais de 100 livros novos na estante! Outra coisa bacana foram os sorteios, tivemos a oportunidade de fazer vários, aqui no blog, no insta e na Página, e isso me deixa imensamente feliz, pois é uma forma de agradecer o carinho de todos aqueles que nos acompanham <3

Para 2017, as metas estão altas, e as expectativas mais ainda! Queremos mudanças, queremos aprendizados, sorteios, leituras, e muito, muito mais!

01 - Primeiramente, queremos fazer os marcadores do blog! Já passou da hora né minha gente? É uma meta muito especial pra mim, e logo logo teremos marcadores indo pra todos os cantos desse Brasil <3

02 - Diversidade porque sim! Quero variar um pouquinho o conteúdo do blog, e quero saber o que vocês acham disso. Claro que não vou mudar o foco, que sempre será o mundo literário, mas esse ano vou me dedicar a uma reforma no meu quarto e aos estudos, e quero saber o que vocês acham de eu compartilhar um pouquinho disso com vocês... Sobre a decoração (toda inspirada no mundo literário ^^), a nova estante, a organização, e sobre meu plano de estudos, alem dos itens fofos de papelaria... O que acham?

03 - Vamos aumentar a família! A meta de 2016 era fechar o ano com 200 seguidores, e fechamos com 700! Vocês não imaginam como eu fiquei feliz por isso! A meta de 2017 é fechar o ano com 1.000 seguidores! Vamos fazer novos amigos, interagir, dividir nosso amor pelos livros, trazer várias indicações, e nos divertir muito por aqui!

04 - 12 meses, 12 sorteios! Siiiiiim, eu amo sorteios, como disse, é uma forma de agradecer o carinho de todos vocês, por acompanharem o blog, e nos dar força para seguir em frente. Por isso, temos o projeto de realizar no mínimo 12 sorteios esse ano, tanto aqui no blog, como no Instagram e na página, então, fiquem atentos.   J

05 - Meta de leitura: “Não vamos colocar meta. Vamos deixar a meta aberta, mas quando atingirmos a meta vamos dobrar a meta.” Ano passado estipulei uma meta de 100 livros, mas li “apenas” 64. Fiquei muito satisfeita com o meu número de leituras, foi superior a 2015 (55 leituras), mas fica aquela sensação de meta não batida sabem? Por isso esse ano não vou estipular uma meta, quero apenas ler a maior parte dos não lidos da estante, que são muitos rs...

06 - E por falar em Não Lidos... Comentei com vocês que foram mais de 100 novos livros na estante não é? Mas quem disse que eu li todos eles... Começo 2017 com nada mais nada menos que 92 LIVROS NÃO LIDOS NA ESTANTE! Vou me esforçar muito para ler a maioria, me desejem sorte!

Acompanhe no Skoob os meus livros não lidos!


07 - E por fim... BIENAL DO RIO! Já contei pra vocês que sou de BH né? Este ano pretendo ir a Bienal do Rio de Janeiro, conferir tudo por lá, trazer vários marcadores e muitos livros! Estou me programando, me desejem sorte!

Então é isso minha gente! Essas são as metas para o blog, e pretendo que tudo certo! Conto com a interação de todos vocês, pois tudo o que fazemos por aqui, e pensando sempre no melhor para vocês!

Ah, e antes que eu vá, me respondam uma coisa:

O que vocês gostariam de ver no Blog Entre Páginas?


Beijos e até a próxima!
© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger