[TAG]: Balanço Literário - 2016


Oie Oie pessoal, tudo bem com vocês? Hoje trago a primeira TAG do ano, e escolhi uma muito especial, a “Balanço Literário 2016”. Sei que já estamos no dia 11, mas para mim, enquanto não passarmos do Carnaval, ainda é início de ano de ano, e valem todas os balanços e retrospectivas haha. Vamos conferir como foram as minhas leituras de 2016?

- Primeiro livro que li em 2016


Ao Meu Ídolo com amor
Ao Meu Ídolo, com amor... foi uma grande surpresa! Uma mistura de suspense, policial e romance, fez com que eu entregasse completamente a leitura, e não consegui parar enquanto eu não acabei! O final foi maravilhoso e surpreendente! E olha, é NACIONAL!

- Melhor livro
Surpreendente!


Foram muitas leituras maravilhosas em 2016, disso não posso me queixar. Escolher o melhor livro foi difícil, então, usei o critério “PRECISO QUE O MUNDO LEIA ESSE LIVRO!”, e foi essa a minha sensação quando terminei Surpreendente! É uma história tão rica, com uma mensagem tão forte, mas passada de maneira tão leve... Me apaixonei perdidamente, e indico para o mundo todo! #LeiaSurpreendente!

- Pior livro
Proteja-me.

Tentei, tentei, tentei muito, mas não rolou gente... Não abandonei a leitura, mas foi um custo terminá-la viu? Nada nesse livro me agradou, os personagens, a história, a forma como tudo é construído. Não deu mesmo, uma das piores leituras da vida!  Ainda bem que foi um empréstimo, se eu tivesse gastado meu rico dinheirinho com esse livro, ia fica muito revolts.

- Melhor personagem

Escolhida pela sua complexidade, o troféu de Melhor Personagem vai para duas bem especais “Seraphina” e “Cassia” do livro O Cisne e o Chacal! Geeeente, que loucura foi esse livro, e que personagens são essas? Uma o completo oposto da outra, e, no entanto... Só lendo pra entender. Leiam a Série Vivendo Entre Assassinos!

Merece Sinopse:

Fredrik Gustavsson nunca considerou a possibilidade de se apaixonar — certamente nenhuma mulher entenderia seu estilo de vida sombrio e sangrento. Até que encontra Seraphina, uma mulher tão perversa e sedenta de sangue quanto ele. Eles passam dois anos juntos, em uma relação obscura e cheia de luxúria.
Então Seraphina desaparece.Seis anos depois, Fredrik ainda tenta descobrir onde está a mulher que virou seu mundo de cabeça para baixo. Quando está próximo de descobrir seu paradeiro, ele conhece Cassia, a única pessoa capaz de lhe dar a informação que tanto deseja. Mas Cassia está ferida após escapar de um incêndio, e não se lembra de nada.Fredrik não tem escolha a não ser manter a mulher por perto, porém, depois de um ano convivendo com seu jeito delicado e piedoso, ele se descobre em uma batalha interna entre o que sente por Seraphina e o que sente por Cassia.Porque ele sabe que, para manter o amor de uma, a outra deve morrer.”

- Pior personagem

Infelizmente não conseguir pensar em nenhum. Amei vários, muitos foram “meio pombo”, mas não tive um personagem que eu odiasse com todas as minhas forças esse ano...

- Crush literário

Essa é bem difícil, porque sou bem periguete literária, e tive muitos crushs esse ano haha. O primeiro foi o lindo Ian de O Garoto de Olhos Azuis, passei por Daemon em Obsidiana, e o último foi o Gabs (Gabriel) de Caçadora de Estrelas <3. Mas se eu fosse nomear todos os crush literários do ano, precisaria de um post só pra isso haha.

- Melhor quote
"- Nossa vida é feita de um monte de momentos esquecíveis, entremeados por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não darmos a nós mesmos o presente de tentar viver um momento inesquecível? "(Surpreendente!)

- Melhor capa

Sou péssima pra essas coisas gente! Como escolher uma capa apenas, entre 63?! Foram várias maravilhosas, mas uma que me encantou muito foi a capa de A Rebelde do Deserto, confesso que comprei o livro sem nem ler a sinopse, apenas por ter amado tanto a capa! (OBS: E valeu a pena, o livro é maravilhoso!)


- Personagem pombo (aquele que nem fede, nem cheira)

Eita que essa foi uma categoria bem estranha viu? Hahaha. Fiquei horas pensando o que seria um personagem pombo, e decidi que seria um personagem que não me causou nenhuma emoção. Então, escolhi a Nina, da trilogia Não Pare! Eu amei toda a trilogia, foi algo bem diferente e inusitado, mas a Nina não foi uma personagem marcante, não me conquistou sabem? Passei por toda a leitura sem sentir um apresso que fosse por ela... Mas a Morte, que morte einh? Esse homem/morte (isso ainda me confunde) ele foi um dos meus mil crushs literários no ano!

- Melhor continuação de série
Ônix <3




A série Lux foi um grande achado para mim em 2016, e após ler vorazmente Obsidiana, mal pude agüentar até o lançamento de Ônix! E que continuação gente! Cheia de reviravoltas, mistérios, e muito Daemon! Agora, que venha Opala!

- Descoberta do ano (autor ou livro)
Série Na Companhia de Assassinos!




Fui fisgada pela capa de A Morte de Sarai, e desde então me apaixonei completamente por essa série, e mal posso esperar pelo lançamento dos próximos livros. É uma série de ação, cheia de violência, tiros, mortes, e uma pitadinha (bem de leve) de romance... É tudo de tirar o fôlego!

- Decepção do ano (autor ou livro)
Colleen Hoover
Não me apedrejem pessoal! Não digo que a Colleen foi uma decepção no sentido de ser uma autora ruim, pelo contrário, ela escreve muito bem, só que eu fui com muitas expectativas, ouvi falar tanto e tão bem, que mal podia esperar para ler qualquer coisa dela, e ao finalizar O Lado Feio do Amor, ficou aquela sensação de “É isso?”. Não me conquistou como achei que seria, não foi nada demais, e não superou minhas expectativas. Hoje não tenho vontade de ler mais nenhum livro dela, e por isso digo que foi a minha decepção do ano. Esperava mais, muito mais.

- Melhor adaptação literária


É unânime: Como Eu Era Antes de Você foi a melhor adaptação do Ano! (cheguei em casa essa semana e encontrei minha mãe aos prantos com o filme, ri muito, mas entendi a situação haha)


- Melhor final de livro


Li vários livros ótimos com finais maravilhosos, mas o fim de Uma Curva No Tempo foi surpreendente e um tanto quanto inesperado. Foi contra tudo o que eu esperava, até mesmo do que eu imaginava, e por isso ganhou o prêmio de Melhor Final de Livro.

- Melhor aquisição


Aaaaaaah! Essa edição de Harry Potter e a Pedra Filosofal ilustrada é muito amor não é mesmo? Foi a melhor aquisição com certeza, e não canso de admirar!


- Livro(s) que eu pretendia ler, mas não li. (aquele(s) que você tinha certeza que leria, mas não rolou por algum motivo)

Foram tantos! Mas achei mesmo que em 2016 eu leria O Presente do Meu Grande Amor, os três volumes de Minha Vida Fora de Série, e Lucíula, mas não foi dessa vez... Quem sabe em 2017 né?


- Último livro que li em 2016
Belo Casamento.

Empurrado, demorado, foi um custo ler esse livro! Confesso que esperava bem mais da série Irmãos Maddox, estou tentando, mas até agora ela não me ganhou.


- Melhor editora (em relação a lançamentos do ano)
Arqueiro!

Conheci os Briggertons, melhor família, melhores pessoas haha! A série Príncipes do Egito tem tudo para se tornar uma das minhas preferidas, e ainda tive mais da série Rosemary Beach! 





[RESENHA]: Saga Encantadas - Sarah Pinborough


Título: Saga Encantadas
Autor: Sarah Pinborough
Editora: Única
Compare e compre: Submarino




Sinopse: Sexy, sarcástico e de prender a respiração! Para os fãs de Once Upon a Time e Grimm, Veneno é a prova de que contos de fadas são para adultos! Não existe “Feliz para sempre”! Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também tem problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas eles seriam tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria “um final feliz” pode se tornar o pior dos pesadelos! Veneno é o primeiro da trilogia Encantadas, e já é um best-seller inglês. Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitos será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia. 
Sinopse: Você está lembrado da historia da Cinderela, com sua linda fada madrinha, suas irmãs feias e um príncipe encantado? Pois então esqueça essa história, pois na releitura de Sarah Pinborough ninguém é o que parece.Em um reino próximo, a realeza anuncia um baile que encontrará uma noiva para o príncipe e parece que o desejo de Cinderela ira ganhar aliados peculiares para ser realizado. Entretanto, não será fácil: ela não é a escolha da família para o casamento real, e sua fada madrinha precisa de um favor em troca da transformação de Cinderela. Enquanto isso, Lilith não está satisfeita com os acontecimentos mais recentes e, ao mesmo tempo em que seu reino parece sucumbir ao frio, ela resolve usar sua magia para satisfazer seus desejos. Feitiço é o segundo livro da trilogia que se inicia com Veneno, que é um best-seller inglês que recria as personagens mais famosas dos irmãos Grimm com uma personalidade forte, uma queda por aventuras e uma sena por confusões. Princesas, rainhas, reis, caçadores e criaturas da floresta: não acredite na inocência de nenhum deles!
Sinopse: Acordar uma princesa pode ser letal! Quando um príncipe mimado é enviado pelo seu pai para tentar desvendar os mistérios de um reino perdido, ninguém imagina os perigos que ele encontrará pela frente! Com Petra, uma jovem que tem uma ligação muito forte com a floresta e com o sóbrio e sagaz Caçador em sua companhia o príncipe acaba encontrando um reino adormecido por uma estranha magia. Os seres vivos foram cercados pela densa mata e estão dormindo, em um sono pesado demais, que por sua vez só poderia vir da magia. Mas que tipo de bruxaria assolaria uma cidade inteira e seus respectivos habitantes? E, principalmente, que m faria mal a uma jovem, tão boa e tão bela rainha? A não ser, claro, que os olhos não percebam o que um coração cruel pode esconde… Poder é o terceiro livro da saga Encantadas, e traz como história o conto da Bela Adormecida. Entretanto, esqueça os clichês tradicionais e se entregue a uma nova visão dos contos de fada, em que heróis e anti-heróis precisam se unir para não parecerem à beleza superficial de princesas e rainhas egocêntricas e aos príncipes em busca de aventura.


Olá meus queridos leitores do Entre Páginas, tudo bom com vocês?

Enfim depois de muito tempo estou retomando minha rotina de postagens, e pra comemorar essa volta, eu trouxe pra vocês a resenha de uma saga que eu li no final do ano passado mais ou menos por volta de outubro, chamada " Encantadas"...

Muita gente aqui já deve ter lido, ou se não leu ainda, pelo menos já deve ter ouvido falar, pois se tornou popular devido à semelhança com a série Once Upon a Time

Pessoalmente também notei uma forte comparação com o filme "Caminhos da Floresta" do diretor Rob Marshall, devido a relação com várias histórias do mundo encantado em uma só, entretanto com uma pegada menos erótica rsrs.


Sim meu povo eu disse erótica...
A saga tem toda uma pegada cinquenta tons de cinza,
e por esse motivo talvez não seja a melhor indicação para crianças.

Mas vamos ao que interessa...

A saga e composta por 3 livros: 

1º - Veneno
2º - Feitiço 
3º - Poder



O primeiro livro, VENENO, retrata a história da Branca de Neve, onde diferente da imagem de princesa encantada que conhecemos na nossa infância, a nossa "princesa" nessa adaptação é conhecida por ser uma menina rebelde, extravagante, impulsiva, desvirtuada e totalmente desprovida dos bons modos que esperamos de uma bela recatada do lar.
Para se ter uma ideia, a linda dama usa calça jeans de montaria e uma camiseta surrada o tempo todo! rsrs
Mas, apesar dessa impactante personalidade da Branca, ela não deixa de ser ainda a linda e bela musa dos anões e de todo o reino. Todos ainda são apaixonados por ela e por seu jeito bondoso e alegre de ser.

Branca de Neve, a rainha de seus corações.
A garota que podia conquistá-los com algo tão simples quanto uma maça...(Veneno - pág 13)

Em contrapartida a madrasta, nessa nova versão, e uma mulher educada, extremamente forte e determinada e tenta passar para Branca os ensinamentos que recebeu de sua vó quando mais nova, a como se portar e agir como uma princesa.

Os olhos da cidade abaixo se esforçavam para vê-la. Esperavam que ela chorasse, mostrasse alguma emoção por trás da beleza de gelo, mas ela não lhe daria esse gosto.Era uma rainha... (Veneno - pág 12)
Várias tramas são repassadas, muitas delas já dentro do contexto esperado como a encomenda da morte de Branca de Neve, porém de uma forma inusitada e nada puritana, além de participações especiais de personagens conhecidos marcam presença na história ao longo do livro, que com certeza vão deixar todos surpreendidos. 

INFELIZMENTE não posso contar absolutamente nada além daqui sem dar spoiller por isso vou me conter e aguardar que vocês leiam e venham nos contar o que acharam.

Mas uma coisa eu posso adiantar... o final... 

Ela podia não ter o amor deles...                                                     Mas teria seu medo. (Veneno - pág 19)

GENTE! O FINAL... Confesso que me pegou de surpresa, por aquele final eu não esperava nunca,
e olha que sou muito boa em prever esse tipo de coisa, mas dessa vez me pegaram, fiquei boquiaberta!

O segundo livro, FEITIÇO conta a história da Cinderela, nessa adaptação a princesa mora com a madrasta o pai (sim, o pai não está morto) e apenas uma das duas filhas da madrasta. 
A outra filha já e casada com um marido nobre. Todas as aflições já conhecidas na história da Cinderela são vividas também nessa adaptação, e claro, que as bênçãos não poderiam ser diferentes. Portanto, a fada madrinha também está presente. Só que a fada madrinha nesse caso, não é tão madrinha assim. Em troca do desejo de Cinderela realizado ela pede algo...  E esse desejo se torna o pior pesadelo que Cinderela poderia desejar. A partir dai a trama e desenrolada fazendo referências ao primeiro livro, e claro sempre surpreendendo com seus desfechos promíscuos e inesperados.

- Mas me diga... - Ele se apoiou contra a parede daquele jeito relaxado.-Você não desconfiou nem por um momento de que um homem tem de ser muito tolo e egocêntrico para reconhecer a mulher que diz amar apenas porque o pé dela se encaixa num sapato? (Feitiço - pág 75)



A mensagem mais marcante que o livro #2 trás pra gente é, cuidado com o que você deseja... 
Às vezes o preço a se pagar e alto demais.


E finalmente, o terceiro livro PODER, que marquei como o meu favorito dos três, faz adaptação à história da Bela Adormecida, e eu simplesmente morri de amores por essa Bela porque ela tem uma pegada meio alá Coringa tipo, muito louca kkkk . O último livro trás várias participações especiais, como a Rapunzel, Chapeuzinho Vermelho e a mais fantástica analogia de todos os tempos com "a Bela e a Fera" que não posso dizer qual é porque seria tipo muito muito muito spoiller e estragaria todo o segredo, então vou deixar vocês na curiosidade mesmo. kkkkk

Não acho que você devia tocá-la desse jeito - disse Petra enquanto entregava um pequeno frasco do antisséptico natural de sua avó ao caçador. - Ela está dormindo. Você não pode sair por aí tocando garotas enquanto dormem. (Poder - pág 61)

E importante dizer que a saga e muito complexa do ponto de vista cronológico...

Então é bom prestar bastante atenção para não ficar perdido e entender direitinho onde as coisas se relacionam.

Minha conclusão geral dessa saga é que ela realmente é maravilhosa, pois eu adoro essas adaptações de contos de fadas, e acho mega interessante a gente conhecer essas novas versões que quebram um pouco o tabu e o paradigma que carregamos desde criança como referência. 

Com certeza o slogan da saga faz jus ao seu conteúdo:

Repense seus vilões...

Espero que tenham gostado, e que essa resenha faça com que sintam
curiosidade em ler e fazer parte desse mundo "encantado" das nossas 
princesas.

Até a nossa próxima resenha!  
© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger