[Resenha]: Entre o Agora e o Nunca - J.A. Redmerski

Título: A Garota No Gelo
Autor: J.A. Redmerski
Páginas: 368
Ano de Publicação: 2013
Editora: Suma de Letras
Compre Na Amazon: Entre o Agora e o Nunca #1
Skoob: Entre o Agora e o Nunca #1
Sinopse: Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.


Camryn Bennett tem uma vida água com açúcar vivendo na casa da sua mãe. Sua melhor amiga Natalia está disposta a tirar Camry da sua vida sem graça, mas, depois de perder uma o pessoa muito especial no passado, desde então, o mundo de Camryn é preto e branco. Mas as coisas ainda ficam piores atualmente, porque o namorado na Nat dá em cima da Camryn e destrói uma amizade de anos. Insatisfeita com a vida, Camryn arruma as suas malas e vai para estrada sem rumo. Com apenas uma mochila e um ônibus, ela irá largar sua vida e buscar novas aventuras. 





Andrew Parrish é jovem bonito que não está na estrada para procurar novas aventuras. Seu pai está internado e sua situação não é nada agradável. Ele poderia ir de avião ou arrumar uma outra forma de chegar na cidade, onde seus irmãos estão com seu pai, porém, ele precisava de um tempo e resolveu pegar um ônibus para seguir o seu destino. Ao entrar no ônibus ele pegou seu celular para ouvir música e relaxar durante a viagem, mas, não tinha percebido a garota que estava no banco da frente. 


Camryn tentava dormir, mas o garoto no banco de trás não tem muita educação, uma música estava atrapalhando meus sono, e então, pediu o jovem para abaixar a música gentilmente, mas não deu certo. Após várias tentativas, Andrew desafiou Camryn e se ela conseguisse vencer o desafio, ele largaria a música. Problema número um resolvido. Contudo, mesmo sendo irritante Camryn perceu a beleza do jovem sentado atrás do seu assento. 

Um homem mais velho não tirava os olhos da Camryn, e Andrew não estava gostando nada disso, então resolveu sentar no lado na jovem mal humorada e puxar uma possível conversa. Além de mostrar ao homem que ela estava acompanhada. Protegê-la até a última parada do ônibus é a sua única intenção. Nesse tempo, os dois se conhecem e conseguem conviver durante um tempo. Andrew conta para a jovem o final de seu destino e Camryn conta sobre sua vida. 


Após cruzar vários estados, o ônibus chegou ao seu destino final. Então, era a hora do adeus entre Andrew e Camryn. Foi mais difícil que o normal para ambos. E, Andrew seguiu o seu destino, enquanto Camryn ficou na rodoviária para esperar seu próximo ônibus decidindo ir para o Texas. Ao ir no banheiro da rodoviária, Camryn foi atacada pelo homem estranho do ônibus. Quando já estava perdendo as forças… quem aparece? SIMMM, o príncipe salvou a princesa e eles viveram felizes para sempre… calma gente, só que não! Andrew conseguiu salvar Camryn do homem e então, propôs a ela que eles viajassem no seu carro para onde ela desejar. 


Então, os dois saíram da rodoviária até a “casa” do Andrew para pegar o um carro e visitar seu pai no hospital. Camryn conheceu a família dele e percebeu o quanto todos, principalmente o Andrew, estavam afetado pelo estado do seu pai, então, pegaram a estrada, sem rumo. 


E, é aí que história começa. 


Quando eu comecei a ler o livro eu não consegui parar de lê-lo. Entre o Agora e o Nunca me me fez viajar junto com o Andrew e Camryn. A atração entre eles é inevitável, e eu fiquei torcendo pelos dois a leitura inteira. Ambos personagens tem histórias a serem superadas, e mesmo sendo jovens os dois se juntam para curar as feridas um do outro. Quando você lê imaginando as cenas descritas… tem uma cena que nunca sai da minha cabeça, me marcou com certeza. Eu li esse livro em 2016 e até hoje eu não esqueço dessa história. A autora soube fazer um romance no ponto perfeito, sem exagerar e sem faltar nada. 


“Quando eu conseguia manter os olhos abertos por um tempo suficiente, olhava para a chuva martelando o meu rosto. nunca tinha visto a chuva daquele jeito, olhando direto para o céu, e mesmo me encolhendo mais do que realmente olhando, quando eu conseguia era absolutamente lindo. Como se cada pingo se precipitando na minha direção fosse separado dos milhares de outros, e por um momento suspenso no tempo, eu pudesse vislumbrar todas as delicadas facetas. eu via as nuvens cinzentas se movendo acima de mim e sentia o carro balançar quando o vento dos veículos o atingia,(..) Mas nada que eu visse , sentia ou ouvia era mais quente e fascinante do que a proximidade de Andrew. “


Os personagens são bem construídos, a Camryn tem humor perfeito e isso acrescenta muito na história. Só achei que fugir não seria a única opção, mesmo que a vida esteja difícil, os problemas vão estar sempre do seu lado. Mesmo se eu mudar de país, quando eu voltar tudo vai estar me esperando e até 2x maior do problema pequeno que foi deixado de lado. Andrew começou sendo o chato da obra, mas, logo a gente vai entendo os motivos dele. Sua vida é mais complicada do que parece. Nat (melhor amiga de Camryn) por mim nem chamaria ela de “amiga”. Super excluí, amiga de verdade nunca diria ou agiria como ela fez com a Camryn. 


Ainda não li “Entre o Agora e o Sempre”, estou com um pouco de medo de ler, porque as avaliações no Skoob não são muito boas.


É isso gente!
Espero que tenham gostado, e deixem seu comentário que ele é muito importante.

Até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, obrigada pela visita!

Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
É blogueiro? Deixe o link do seu blog para que possamos visitar :)


Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger