[RESENHA]:Mais Lindo Que a Lua - Julia Quinn (Irmãs Lyndon #01)


Título: Mais Lindo Que a Lua
Autor: Julia Quinn
Páginas: 2018
Ano de Publicação: 272
Editora: Arqueiro

Sinopse: “Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim. Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças? Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?”

Victoria e Robert vivem um raríssimo caso de amor à primeira vista. Sem saber quem eram, de onde eram, simplesmente se apaixonaram. Mas, como ela era apenas a filha do vigário e ele o Conde de Macclesfield, sabiam que esse amor provavelmente não seria aprovado por seus pais, e quando isso se provou verdade, os dois resolvem fugir. Mas, infelizmente o plano dos dois não da muito certo (e devemos isso aos pais deles também) e com isso, Robert vai embora achando que Victoria queria apenas seu dinheiro, e Victoria acredita que ele só queria se aproveitar dela e por isso a abandonou.



7 anos depois os dois se reencontram, e descobrem que ainda tem sentimentos fortes um pelo outro, tanto paixão quanto magoa. Robert, após entender todo o mau entendido que houve no passo, está disposto a reconquista Victoria. Já ela, não quer de maneira nenhuma perder sua recém adquirida independência e deixar ele voltar a fazer parte da sua vida. Será que esse amor será capaz de vencer as mágoas do passado?

Victoria agora é uma mulher diferente. Trabalha, se sustenta, e não vê a família a quase 7 anos, pois assim que o Conde foi embora, ela, tomada pela decepção com ele e com seu pai, resolve ir embora também é seguir com a sua vida. A mágoa pelas coisas do passado não permitem que ela deixe o conde de aproximar, e o medo de que os sentimos voltem e ela sofra novamente fazem com que ela tente se distanciar dele a todo custo. Já o conde mostrou-se bem mais maleável. De início ele quer se vingar de Victoria por toda dor que ela lhe causou, mas por fim ele percebe que seus sentimos por ela são mais fortes que isso, e quando ele descobre que seus pais os esganaram no passado, ele faz de tudo para reconquista-la e fazê-la enxergar que o ama.


Esse livro segue a risca a fórmula Júlia Quinn: romance, comédia, superar algum desentendimento, mas confesso que não foi um dos que mais gostei da autora. Achei a personagem Victoria extremamente pirracenta, repetitiva e irritante, e em vários momentos quase abandonei a leitura porque não aguentava mais ouvir as reclamações dela. Robert tinha tudo pra ser um personagem maravilhoso, mas suas interações com a a Victoria são extremamente cansativas, é sempre a insistência dele versus a resistência dela, e isso torna os diálogos entre eles maçantes.

Além disso, achei o núcleo de personagens pouquíssimo explorado. Na maioria das vezes alguém só aparece para reafirmar que eles devem ficar juntos, e some de novo. Poderiam ter aproveitado um pouco mais dos outros personagens, acrescentaria à história e tiraria um pouco do peso que envolve a narrativa do casal. Também achei o argumento para que os dois não ficassem juntos meio fraco e acho que por isso a narrativa se tornou tão cansativa pra mim.

Julia Quinn escreve ótimos livros e foram eles quem alimentaram a minha paixão por romances de época. No entanto, não recomendaria esse livro para um primeiro contato com a escrita da autora. Lembrando que essa foi a minha experiência de leitura, muita gente leu e amou! Leiam e me digam o que acharam! 

Beijos e até a próxima!


2 comentários:

  1. Oi, Ana Luiza!
    Pena que esse não te agradou tanto. Eu ainda não li, mas vi vários elogios. Esse final de semana teve encontro de romances de época da Arqueiro e disseram que o segundo dessa série é maravilhosoooooooooo!
    Julia Quinn é Julia Quinn e eu sempre a adoro. Acho que todo mundo deveria começar pelos maravilhosos Bridgertons, né?
    <3

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Teca, tudo bem?
      Realmente o segundo livro dessa série é beeeem melhor viu? Eu estou tentado terminar a série dos Bridgertons, vou ver se consigo até o fim do ano!
      Beijos!

      Excluir

Olá, obrigada pela visita!

Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
É blogueiro? Deixe o link do seu blog para que possamos visitar :)


Equipe Entre Páginas

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger