[RESENHA]: Krystallo - Jornadas para Além das Fronteiras - Raphael Fraemam

em 04/03/2019




Título: Krystallo - Jornadas para Além das Fronteiras
Autor: Raphael Fraemam
Páginas: 390
Ano de Publicação: 2018
Compre Aqui:  Amazon
Skoob: AQUI

Sinopse: “As duas maiores potências de Emperon travam uma guerra secular para garantir o controle dos cristais de energia. Foi por causa de um atentado em Econ que Tomé Stalmer começou a suspeitar da verdade que o governo apregoava. E é no dia de seu aniversário que Gray Frost é forçada a deixar Opus, o seu lar. As jornadas para além das fronteiras narram uma história de piratas e soldados de elite, inteligência e mistério, confiança e tragédia. Cada um luta para sobreviver ao mesmo tempo em que busca compreender os segredos por trás dos acontecimentos que mudaram o curso da História.”


Oi gente!

Sabe quando a gente gosta tanto de um livro, que fica até sem saber como explicar? Essa foi a minha relação com Krystallo, eu gostei tanto que simplesmente não consegui resenhar! É difícil ressaltar todos os pontos fortes dessa história (e são muitos!), explicar a mensagem incrível que ele passa, e transmitir minha admiração pelo talento do autor em construir essa fantasia tão brilhante e realista e tudo isso sem dar spoilers, mas eu vou tentar hahaha

Emperon é um continente onde suas duas maiores potências, Econ e Opus, se uniram para derrotar um governo ditatorial em Crátia, mas agora travam uma guerra entre si há séculos  a fim de controlar os cristais de energia que cada potência possui, chamados Krystallos. Para “evitar ferir inocentes”, foi determinada uma zona de guerra onde os conflitos acontecem, e em cada país os cidadãos seguem com as suas vidas, aprendendo desde cedo a odiar os inimigos, acreditam nas histórias que seus próprios governos contam, vivendo uma censura onde o governo dita as informações que chegam até eles. ⠀⠀

No decorrer da história acompanhamos a jornada de dois jovens, Tomé Stalmer, um jovem de Econ que começa a suspeitar de algumas mentiras sobre seu governo, e Gray Frost, uma jovem de Opus sequestrada no dia de seu aniversário, que acaba se envolvendo em muitas conspirações e aventuras, e descobrindo muito mais sobre a história do seu país, enquanto tenta voltar para casa.

 “As jornadas para além das fronteiras narram uma história de piratas e soldados de elite, inteligência e mistério, confiança e tragédia. Cada um luta para sobreviver ao mesmo tempo em que busca compreender os segredos por trás dos acontecimentos que mudaram o curso da História. ”

Desde o início da leitura já me vi surpreendida por essa história, minha empolgação foi nas alturas, e não conseguia largar o livro. É notável o trabalho de pesquisa do autor, e o quanto ele conseguiu descrever formas de governo que conhecemos muito bem. Essas ideologias foram transmitidas de formas muito claras e quando líamos sobre alguma atitude do governo, pensamos "Opa, eu conheço isso aqui!". Também é ótimo perceber como o governo é capaz sim de fazer uma lavagem cerebral nos cidadãos, e como as vezes podemos não perceber uma coisa óbvia para quem é de fora, por estamos ali, dentro da bolha. Essa parte pra mim foi o melhor do livro, explorar formas de governo reais, em uma fantasia tão completa e viciante. 

A mensagem política desse livro é incrível, e absurdamente atual. Fala de como os governos estão dispostos a mentir para seus cidadãos a fim de atingir seus objetivos, de como nem sempre as coisas são como parecem ser e de como devemos estar preparados para lutar por nossos ideais.

Nossos personagens principais, Grey e Tomé, também são super cativantes e interessantes. No inicio achei que os dois seriam um par romântico, que se encontrariam e por aí vai, mas para a minha surpresa o autor optou por trabalhar a jornada de cada um separadamente, e isso foi brilhante porque nos dá a noção do que está acontecendo em vários pontos da história ao mesmo tempo! Os capítulos são narrados intercalando cada personagem e temos vários narradores muito importantes! 

Entre os protagonistas, gostei mais da Grey por ser mais ativa, mais madura. O Tomé me pareceu muito menino sabem? Chora, quer ir pra casa, mas a jornada dele também é cheia de aventuras e ouso dizer que ele passou por coisas piores que a Gray, esse menino sofreu viu?! Outro personagem brilhante foi o Ricardo, irmão do Tomé. No início o posicionamento político dele me incomodou um pouco, mas com o tempo ele foi mudando, amadurecendo, e no acabou sendo um dos personagens cruciais para a conclusão do livro.



E por falar em conclusão, quanta emoção nos capítulos finais! Ver várias frentes ao mesmo tempo, correndo contra o tempo para impedir algo ruim de acontecer, foi muito emociante! Fiquei extremamente satisfeita com o final do livro e a forma como as coisas aconteceram!

A jornada dos dois jovens é incrível, cheia de ação, aventura, descobertas, e por mais que se passem em muitos cenários e tenha muitos personagens, o autor soube ligar todos os pontos, explicar cada situação, de forma que não ficamos perdidos na história, e acompanhamos freneticamente a busca dos dois jovens pela verdade.

Krystallo é uma leitura indicada a todos os leitores, tem uma escrita fácil, capítulos curtos e é narrada do ponto de vista dos dois protagonistas o que nos dá uma visão geral do que está acontecendo na história! O livro faz parte de uma trilogia, mas podem ler o primeiro volume sem medo pois ele tem um desfecho digno e que nos deixa satisfeitos até o lançamento do próximo livro!

Espero que tenham gostado da resenha, e que leiam Krystallo, tenho certeza de que não irão se arrepender!

Beijos e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, obrigada pela visita!

Gostou da postagem? Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
É blogueiro? Deixe o link do seu blog para que possamos visitar :)

© Entre Páginas | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo